explore

Primavera no Sudeste: outubro será o mês com chuva acima da média em São Paulo

nuvens sao paulo 1400x800 0820
Alf Ribeiro

A primavera, que começa em 22 de setembro e vai até 21 de dezembro, é a estação do ano que faz a transição entre a secura do inverno e as chuvas de verão, permitindo replantios e reabastecimento de rios e mananciais.

Este ano, a época será influenciada pelo fenômeno climático La Niña, que está ligado ao resfriamento das águas do Oceano Pacífico Tropical, e terá alguns efeitos sobre o clima dopaís. Veja a previsão climática para o trimestre em questão a seguir.

Primavera no Brasil: previsão climática

primavera 09 19 1400 800
Shutterstock

Segundo a meteorologista Josélia Pegorim, da Climatempo, a primavera de 2020 será influenciada pela La Niña.

De acordo com o meteorologista Filipe Pungirum, da mesma instituição, os efeitos são um probabilidade maior de chuvas acima da média nas Regiões Norte e Nordeste e norte da Região Centro-Oeste, ligeira diminuição nas temperaturas na Região Sudeste e chuvas abaixo da média na Região Sul, uma vez que La Niña faz as frentes frias avançarem de forma mais rápida por esta região.

Primavera na Região Sudeste

parapente 1218 1400x932
lazyllama/Shutterstock

A primavera de 2020 promete temperaturas ligeiramente mais baixas que a média primaveril para a Região Sudeste e vai aliviar a secura que marcou o inverno.

As frentes frias terão boa frequência na Região Sudeste e trarão chuva acima da média para São Paulo em outubro. O mesmo ocorre no sul de Minas Gerais e no centro-sul fluminense. O restante da Região terá chuvas abaixo da média no mês.

Em novembro e dezembro, a situação se inverte e São Paulo deve ter chuvas abaixo da média, enquanto nas demais regiões são esperadas chuvas acima da média.

O meteorologista ressalta que a média de chuvas nessa época do ano para o Sudeste é alta e que o fato de estar abaixo da média não significa ausência de chuvas fortes ou transtornos, como alagamentos e quedas de árvore.

chuva telhado 02 20 1400 800
Shutterstock

Os especialistas enfatizam ainda que o fato de novembro e dezembro serem meses com chuvas acima da média para Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo deve ser visto com preocupação, já que já são naturalmente muito chuvosos.

Temperaturas nas capitais de SP e RJ

Na capital de São Paulo, a redução de chuva em novembro e dezembro poderá trazer temperaturas acima da média histórica. No Rio de Janeiro, o meteorologista espera que as temperaturas alcancem os 40 °C.

av paulista sao paulo 0720 1400x800
Alexandre Schneider / Correspondente/GettyImages

Clima no Brasil