explore

Fiscal ofendido enquanto protegia população dá exemplo de amor ao próximo ao vivo na TV

casal ofensa fiscal 07 20 1400 800
Reprodução/Globo Play

No último domingo (5) o "Fantástico" exibiu uma reportagem sobre as aglomerações que se formaram nas ruas da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, após a reabertura dos bares.

A Vigilância Sanitária compareceu ao local para uma inspeção e um dos fiscais foi ofendido por uma mulher enquanto tentava orientar seu marido sobre as regras de distanciamento para a segurança da população perante ao coronavírus.

O fiscal era Flávio Graça, que participou do "Encontro" nesta terça-feira (7) e deu uma aula de amor ao próximo ao dizer que não deseja o mal de ninguém, só que as pessoas se respeitem.

Fiscal ofendido em reportagem fala sobre ocorrido

Flávio Graça, superintendente de Inovação, Pesquisa e Educação em Vigilância Sanitária, Fiscalização e Controle de Zoonoses da prefeitura, foi agredido verbalmente durante a fiscalização.

fiscal flavio graca 07 20 1400 800
Reprodução/Globo Play

Quando o fiscal se dirigiu a Leonardo Barros como cidadão, sua esposa, Nívea del Maestro, disse as seguintes palavras: "Cidadão não, engenheiro civil, formado, melhor do que você", atacando Flávio.

O vídeo do momento repercutiu bastante nas redes sociais e vários internautas lamentaram a atitude da mulher.

Flávio participou do "Encontro" desta terça-feira (7) e falou sobre o ocorrido. Ao ser questionado sobre como se sentia com a ofensa, ele respondeu: "As ofensas são iguais a um presente. Se você recebe, é seu, se você não recebe, não é seu".

Depois da repercussão do caso, Nívea foi demitida da Taesa, companhia de energia elétrica onde trabalhava, e conforme foi dito por Patrícia Poeta no "Encontro", o casal vem recebendo ameaças e ataques de ódio nas redes sociais.

Flávio deu um exemplo de amor ao próximo ao pedir que as pessoas não tentem fazer justiça com as próprias mãos: "Eu peço a todos que não precisa vingar a vigilância".

O fiscal ainda pediu que as pessoas não sejam agressivas com o casal, assim como eles foram durante a inspeção: "Eu também acho que as pessoas não devem ser agressivas com esse casal, se não elas vão acabar cometendo o mesmo erro que eles cometeram".

fiscal encontro flavio graca 07 20 1400 800
Reprodução/Globo Play

Além disso, o fiscal ainda acrescentou que o que ele presa, é o bem e o respeito ao próximo: "Não queremos o mal de ninguém, só queremos que as pessoas se respeitem".

Reabertura do comércio durante a pandemia