explore

São Paulo avança para fase amarela: mudança em shoppings, abertura de bares e mais

shopping quarentena 1400x800 0620
Miguel Schincariol/Getty Images

O governo de São Paulo anunciou que a capital e parte da região metropolitana avançam para a fase amarela do Plano SP. Apesar disso, a quarentena foi prorrogada até 14 de julho e a orientação para ficar em casa permanece.

Na fase 3, amarela, do plano de reabertura da economia, voltam a abrir bares e restaurantes, além de salões de beleza e barbearias. Mudam também regras para shoppings, comércio e escritórios. Protocolos especiais ainda devem ser seguidos por todos.

A mudança está prevista para o próximo dia 6, se a capital se confirmar na fase amarela na próxima semana.

Como funciona a fase 3

O Plano SP é dividido em cinco fases. Até então, a cidade de São Paulo e a região metropolitana estavam na fase laranja, de análise de reabertura. Agora, passa para a fase amarela, de flexibilização nas medidas de isolamento.

A mudança principal é em relação a bares, restaurantes, salões de beleza e barbearias. Esses empreendimentos poderão atender clientes presencialmente com limite de 40% da capacidade, horário reduzido de seis horas e adoção de protocolos padrões e setoriais específicos.

plano sp 1400x800 0620
Divulgação/Governo de São Paulo

No caso de bares e restaurantes, o atendimento permitido é somente ao ar livre.

Shoppings, galerias e estabelecimentos congêneres, comércio e o setor de serviços poderão aumentar sua capacidade de 20% para 40%. O horário continua reduzido, mas, agora, o limite é de seis horas seguidas, não mais quatro horas. Praças de alimentação são liberadas apenas ao ar livre.

Pandemia