explore

Governo pagará bônus de R$ 200,00 para combater crise econômica: quem tem direito

dinheiro pis 07 19 1400 800
Shutterstock

Com os efeitos econômicos por causa da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, o governo vai oferecer um benefício de até R$ 200 por três meses para trabalhadores de baixa renda que sejam informais, autônomos e desempregados, que faz parte de um pacote que ainda deve ser aprovado pelo Congresso Nacional. Veja quem tem direito.

Coronavírus: governo oferece auxílio de R$ 200

Para conter a disseminação do coronavírus, o governo de alguns estados no Brasil teve que tomar medidas como o fechamento de comércios e decretar a quarentena.

Tais medidas acarretam negativamente não só na economia do país, como também no bolso dos brasileiros, principalmente dos autônomos.

dinheiro moeda real 0918 1400x800
Marcello Casal jr/Agência Brasil

Visando minimizar esses impactos, medidas como antecipação a do 13º salário dos aposentados e pensionistas do INSS, prorrogação de dívidas em até 60 dias e até ampliação de crédito e diminuição de juros.

Agora, o governo anunciou outra medida para auxiliar na renda dos brasileiros: o pagamento de R$ 200 por até três meses como complemento de renda.

Quem tem direito ao benefício?

Por enquanto, a medida ainda não está valendo, mas algumas informações sobre o projeto já foram divulgadas, como por quanto tempo o valor será pago e quem terá direito.

O governo oferecerá o benefício a trabalhadores que não têm carteira assinada, microempreendedores individuais e desempregados, com mais de 18 anos e que se enquadrem nos critérios do CadÚnico (Cadastro Único) e no registro de pessoas de baixa renda para que possam receber benefícios sociais.

dinheiro nota mao 0916 1400x800
uelder/Shutterstock

Entretanto o trabalhador não pode ser cadastrado em outros programas que oferecem auxílio, como BPC (Benefício de Prestação Continuada), Bolsa Família, seguro-desemprego, aposentadoria ou pensão.

A princípio, o benefício será pago por três meses, mas esse período pode se estender de acordo com o impacto que o coronavírus gerar na economia brasileira.

Coronavírus: medidas para conter crise econômica