Carteirinha de estudante digital já existe: saiba como fazer a sua

jovens celulares redessociais 0119 1400x800 0
Josep Suria/Shutterstock

O Ministério da Educação disponibilizou a carteirinha de estudante digital, que pode ser utilizada por meio de um aplicativo, dispensando a necessidade de apresentação do cartão físico em estabelecimentos.

Chamado “ID Estudantil”, o app já está disponível para download, que é gratuito. A carteirinha física tradicional, emitida por entidades estudantis, custa cerca de R$ 35.

Como funciona a carteirinha de estudante digital

O documento é gratuito e tem a mesma função do modelo físico, que é comprovar o vínculo escolar para que o aluno possa pagar meia-entrada em cinemas, teatros, shows e outros eventos culturais. Pode ser utilizado por alunos da educação básica, tecnológica e superior.

Não é obrigatório ter a nova carteirinha. Ela também não invalida o modelo físico, que pode ser utilizado caso ainda esteja no prazo de validade.

carteirinha estudante digital 1400x2654 1119
Divulgação/MEC

Para que os estudantes tenham acesso à identidade estudantil, é necessário que a instituição de ensino envie os dados dos alunos ao Inep, órgão vinculado ao MEC. A carteirinha só poderá ser emitida com essas informações.

Para evitar fraudes, há um QR code no documento que poderá ser utilizado para comprovar a identificação.

Como fazer a carteirinha de estudante digital

Para fazer a sua carteirinha, é só baixar o aplicativo ID Estudantil, disponível na App Store e no Google Play.

Ao abrir o aplicativo, é preciso clicar em “entrar com gov.br”. Caso você já tenha o cadastro único, é só entrar com CPF e senha. Se não tem, é preciso se cadastrar primeiro.

id carteirinha 1400x2367 1119
Reprodução/Google Play

Ao aceitar os termos de uso, vá na opção “Adicionar”. Há duas alternativas: uma para emitir a carteirinha para o próprio usuário e outra para um dependente.

Se o solicitante tiver CNH, é necessário tirar uma foto do rosto para que o sistema faça uma comparação com a foto do documento. Para quem não tem a carteira de habilitação, é preciso também enviar uma foto do RG.

Após a conclusão do processo, os dados são enviados para análise e a carteirinha ficará disponível no próprio aplicativo, sem necessidade de impressão.

Documentos digitais