Carteira de trabalho digital já está valendo e substitui a de papel: o que muda e como usar

carteira trabalho brasil 0818 1400x800
gustavomellossa/Shutterstock

A carteira de trabalho digital já está disponível no Brasil desde terça-feira (24). O documento, que veio para substituir a CTPS física, traz facilidades para empregados e empregadores, já que diminui burocracias e custos. Quem tem a versão em papel, no entanto, deve guardar o documento. Veja quais são as principais mudanças:

Como funciona a carteira de trabalho digital

A principal mudança é que, a partir de agora, os contratos de trabalho, as anotações (férias, salário, etc) devem ser feitos eletronicamente. O trabalhador pode ter acesso à carteira pelo site ou aplicativo.

carteira trabalho mao 1117 1400x800
cifotart/Shutterstock

Para que o empregador consiga realizar a contratação, basta informar o número do CPF, sem necessidade de apresentar a caderneta em papel. Quem tem esse documento não deve jogá-lo fora, já que ele serve para comprovar o tempo de trabalho interior.

Outra mudança é que o CPF passa a ser o número de identificação único da carteira digital. Ou seja: o número da CTPS é o próprio CPF.

Como tirar a carteira de trabalho digital

O documento digital já está previamente emitido para todos os brasileiros e estrangeiros que tenham CPF. Só é necessário habilitá-lo. Para fazer isso, é só acessar o site específico e clicar na opção “Obter” da Carteira de Trabalho Digital.

Para comprovar a identidade, o sistema pede que o usuário responda algumas perguntas sobre a trajetória trabalhista e previdenciária. Por isso, para quem já tem, é uma boa ideia ficar com a carteira física em mãos.

Direitos trabalhistas