Vídeos de baleias saltando no mar do RJ viralizam – e devem aparecer outras

baleia jubarte 1400x800 0717
Tory Kallman/shutterstock

Baleias jubartes foram avistadas duas vezes na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, nos últimos 15 dias.

Os animais foram flagrados bem pertinho por um grupo de canoístas e, em uma ocasião mais recente, um atleta de kitesurf filmou a baleia saltitando no mar. O vídeo viralizou nas redes sociais no início de julho.

Mas, é normal baleias no mar do Rio de Janeiro assim? De acordo com informações do Projeto Baleia Jubarte, sim, e tudo tem a ver com o período do ciclo da vida que elas estão agora.

Baleias jubarte no Rio de Janeiro

Dois registros de baleias jubartes na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, chamaram atenção nos últimos dias. Em um primeiro vídeo, gravado por canoístas, o animal aparece na água dando um salto muito próximo a uma mulher que estava na pequena embarcação.

Uma segunda gravação feita pelo kitesurfista Giovani Tadei mostra o animal um pouco mais distante, saltando no mar:

Aparição de baleia é comum?

Segundo informações do Projeto Baleia Jubarte, é comum que a espécie surja nos locais em que foram avistadas, pois as baleias começam a viajar para chegar ao litoral norte da Bahia. Elas estão em temporada reprodutiva e saem da Antártida até o Brasil em busca de nossas águas tropicais.

Essa migração acontece todos os anos e tem início em julho. A jubarte fêmea dá à luz os filhotes em Abrolhos. Eles já nascem podendo medir quatro metros de comprimento e pesando até 1 tonelada. Quando ele tem condições de viajar novamente, mãe e filho se dirigem às águas geladas nas proximidades das ilhas Sandwich do Sul e Geórgia do Sul, no Atlântico Sul.

"Apesar dos milhares de quilômetros que separam a Antártida da América do Sul, mais precisamente, do Brasil, as exuberantes baleias jubarte se deslocam, todo ano, para as águas tropicais do litoral brasileiro com o objetivo de se reproduzir", explica o projeto em seu site oficial.

De acordo com a organização, são pelo menos 9 mil baleias por ano que fazem esse roteiro até Abrolhos.

O movimento, além de atrativo turístico para cruzeiros marítimos, também é uma oportunidade para as entidades ambientais conscientizarem a população a respeito da preservação dos animais e do meio ambiente, além de promoverem operações de resgate de baleias que podem ficar encalhadas pelo caminho — como aconteceu em Arraial do Cabo (RJ) em 2017.

Mundo marinho