explore

Forma como Band tratou família de Boechat após saber da morte foi exemplo de respeito

rucardo boechat 0219 1400x800 1
Divulgação/Band

Um acidente em São Paulo vitimou um dos principais nomes do jornalismo brasileiro. Aos 66 anos, o jornalista Ricardo Boechat morreu nesta segunda-feira (11) depois que o helicóptero onde o âncora da Rede Bandeirantes viajava caiu na rodovia Anhanguera, em São Paulo.

Antes do Brasil inteiro saber da notícia que pegaria todos de surpresa e mobilizaria um país em torno de uma corrente de solidariedade à família de Boechat, a emissora em que o jornalista trabalhava já havia demonstrado um gesto de muito respeito a seu funcionário e às pessoas queridas por ele.

Band esperou para dar notícia da morte de Boechat

ricardo boechat 02 19 1400 800
Divulgação/Band

Como de costume no dia a dia da rádio BandNews FM, ouvintes enviam informações sobre o que acontecem em suas cidades e que servem de material transmitir serviço ao público.

Uma das atuais funções que Boechat desempenhava no jornalismo era a de apresentador na rádio BandNews FM.

Na tarde desta segunda-feira, entretanto, uma notícia teve um desfecho inesperado tanto para o grupo Bandeirantes, quanto para os ouvintes da rádio.

Às 12h21, um tweet da BandNews FM informava que um helicóptero havia caído no Rodoanel, na região da Via Anhanguera. A princípio, não havia informações de feridos ou vítimas do acidente. Outros veículos também reportaram o caso.

Conforme o tempo foi passando e a cobertura do acidente aumentava, mais detalhes eram descobertos. Enquanto veículos concorrentes já haviam confirmado que o acidente havia deixado mortos e Ricardo Boechat estava entre eles, a emissora não se manifestou.

O último relato sobre o acidente aconteceu às 13h24, em um tweet informando o que um ouvinte local havia visto sobre o acidente: “Subiu fumaça assim que o helicóptero atingiu o chão", descreveu.

Depois da descrição feita pelo ouvinte da rádio, um novo tweet foi divulgado pela equipe da rádio às 14h01, quase 30 minutos após a notícia ter sido confirmada. No comunicado, a emissora informava o falecimento de Boechat. Perfis de outros canais do grupo Bandeirantes seguiram com o mesmo informativo.

Além dos informes via rede social, a TV Band entrou ao vivo com José Luiz Datena, que se emocionou ao confirmar o falecimento do colega.

Por que a demora?

A decisão da empresa em que o jornalista atuava de esperar para confirmar a perda de seu âncora tem um motivo muito nobre.

Quando soube que havia perdido um membro de seu time, a Band, por respeito, optou por não revelar essa informação até que a família do jornalista fosse avisada.

band datena ricardo boechat 0219 1400x800
Reprodução/Band

“A TV Bandeirantes fez questão de, ao dar a notícia, esperar, ter certeza [da morte], comunicar a família, isso é um compromisso”, disse Alex Sampaio, repórter do programa de Catia Fonseca, “Melhor da Tarde”, da mesma emissora.

“Como tem que ser, né. Mesmo porque, essa é a atitude de uma empresa e de pessoas sérias. Porque se fosse com a nossa família, também gostaríamos que o mesmo acontecesse”, comentou Cátia.

Segundo apurou o site de notícias Uol, o diretor de jornalismo da Band, Fernando Mitre, fez questão de dar a notícia pessoalmente à esposa do jornalista, Veruska.

Família da Boechat: relação do jornalista com esposa e filhos

Casado pela segunda vez desde 2005 com Veruska Boechat, também jornalista, o apresentador deixa, além da esposa, mais seis filhos.

Quatro de seus herdeiros são frutos de seu primeiro casamento, com Claudia Costa de Andrade: Beatriz, Rafael, Paula e Patricia. Outras duas, de seu relacionamento com Veruska: Valentina e Catarina.

"Ele já tinha mais filhos do que planejou quando o conheci, mas deixei bem claro desde o início que queria ser mãe, e ele topou mesmo com medo de ser “pai velho”. Sua felicidade no nascimento das nossas duas filhas, as únicas cujo parto ele assistiu, até hoje me comove. O combinado nunca sai caro", escreveu Veruska em uma publicação do Instagram sobre a família que construiu ao lado do esposo.

Ao saber da morte do companheiro, Veruska voltou a falar de Boechat nas redes sociais. Porém, dessa vez o texto foi mais curto – o que não significa que não tenha faltado sentimento em suas palavras. "Pior dia da minha vida"

Morte de Boechat