explore

Como crianças entram no jogo Baleia Azul e formas de seu filho não cair no game fatal

baleia azul cauda 0417 1400x800
Richard Fitzer/Shutterstock

O jogo Baleia Azul é um game fatal que circula nas redes sociais e, por ser uma nova febre na internet, tem atraído a atenção, de modo geral, de crianças e adolescentes. 

Os participantes da chocante “brincadeira” precisam realizar tarefas diárias, durante 50 dias, com um último desafio: cometer suicídio. 

O “jogo do suicídio” se populariza com base em três fatores:

  • A facilidade de acesso dos jovens à internet (e os riscos de conversarem com desconhecidos, que se sentem protegidos pelo anonimato)
  • A curiosidade de entrar em um “desafio”, sem saber de fato os riscos e a gravidade do tema
  • A vulnerabilidade dos participantes, já que o suicídio entre jovens é a segunda causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos no mundo, atrás somente de acidentes de trânsito, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Como proteger seu filho do jogo Baleia Azul

menina tableet baleia 0417 1400x800
Prostock-studio/Shutterstock

Mudanças de comportamento

Um dos desafios do jogo Baleia Azul requer que o participante se machuque, fisicamente. É possível que apareçam cortes e marcas de faca nos braços e nas pernas. Se o jovem estiver usando roupas para cobrir especificamente algumas partes do corpo, esteja atento.

Isolamento, mudança no apetite e permanecer muito tempo sozinho também podem ser indícios de que o adolescente ou a criança está vivendo alguma situação que não sabe lidar.

Saiba o que ele está fazendo

Demonstre interesse no que seu filho está fazendo dentro e fora da internet. Procure saber sobre a rotina dele e estimule a conversa sobre amigos, passeios, vida amorosa, conteúdo consumido na internet, entre outros.

Ajude a ser adolescente

Baixa autoestima, falta de autoaceitação e não saber lidar com as diferenças e com os problemas são só algumas das dificuldades que muitos adolescentes passam durante este período. Esteja aberto para que exista diálogo sobre isso. Se ele se interessou pelo jogo Baleia Azul ou qualquer outro game que o coloque em risco, não trate o tema como um tabu.

Rede de proteção

Pais, amigos, familiares e profissionais como psicólogos e psiquiatras formam uma rede de proteção e apoio para o adolescente. Geralmente, são as pessoas mais próximas que conseguem identificar, por exemplo, os primeiros sintomas de depressão ou tendências suicidas que o jovem pode ter.

Ambiente escolar

A escola é um espaço de crescimento, mas, por vezes, pode ser o primeiro ambiente em que a criança ou o jovem sofre bullying, isto é, é criticado e satirizado por alguma característica pessoal. Esteja atento e promova a conversa com os professores do seu filho.

Já a direção da escola pode promover discussões de apoio e conscientização sobre estes jogos e outras situações de risco.

Como lidar com adolescentes