explore

Mantida "escondida" na infância, Princesa do Japão é apresentada ao mundo aos 20 anos

princesa aiko japao 0122 1400x800
Yuichi Yamazaki / POOL / AFP via Getty Images

Uma princesa do Japão foi "revelada" ao público recentemente, após atingir a maioridade, e atraiu as atenções por todo o mundo.

A Princesa Aiko, filha do atual imperador, apareceu publicamente pela primeira vez em sua vida adulta em uma cerimônia especial, no fim de 2021.

Este ano, a Princesa fará sua transição para a vida adulta, que reserva muitas expectativas para a monarquia japonesa.

Conheça a Princesa do Japão

Nascida em 1º de dezembro de 2001, a Princesa Aiko é filha única do atual Imperador Naruhito e da Imperatriz Masako, do Japão.

Mantida longe do olhar público, Aiko viveu sua infância de forma discreta e compareceu a poucas cerimônias junto aos pais a partir dos 16 anos.

Em seu 20º aniversário, em 2021, ela participou da cerimônia de "maioridade", onde foi formalmente apresentada ao público e apareceu pela primeira vez como adulta.

Na ocasião, a Princesa foi premiada com a Ordem da Coroa Preciosa, uma condecoração japonesa estabelecida em 1888.

Como é a vida da Princesa Aiko

princesa aiko 2 japao 0122 1400x800
Issei Kato/POOL/AFP via Getty Images

A Princesa Aiko teve uma infância discreta, longe dos holofotes. Diz-se que a jovem sempre foi muito estudiosa, bem como atenciosa com sua família.

Em 2020, Aiko foi aceita na Universidade Gakushuin, onde estuda literatura e língua japonesa.

Ao atingir a maioridade, a Princesa passa a integrar as atividades oficiais da monarquia, funções que ela prometeu cumprir junto aos pais.

Segundo a revista japonesa Nippon.com, a Princesa Aiko deverá fazer uma coletiva de imprensa em março de 2022 para comentar as responsabilidades que virão com sua maioridade. Nesse momento, ela também irá esclarecer qual será seu papel perante à família real japonesa.

Como funciona o império japonês

japao thinkstock
ThinkStock

A monarquia no Japão existe há milhares de anos, sendo considerada a mais antiga em exercício ininterrupto no mundo.

A família imperial japonesa não possui mais autonomia ou soberania política, considerando a existência de um Parlamento. Porém, o trono mais antigo do mundo ainda exerce seu papel cerimonial e representativo do Estado.

O atual Imperador Naruhito ascendeu ao Trono do Crisântemo após a abdicação de seu pai, o Imperador Emérito Akihito, em 1º de maio de 2019.

Por que a Princesa Aiko não pode assumir o Trono do Crisântemo

Embora a maior parte da população japonesa seja favorável a ter uma mulher como imperatriz no Japão, partidos conservadores não têm demonstrado interesse em mudar a tradição milenar da sucessão masculina.

Por isso, mesmo sendo filha do atual imperador, Aiko não poderá ascender ao Trono do Crisântemo.

familia real japao 2 0122 1400x800
Eugene Hoshiko / POOL / AFP via Getty Images

Seguindo a linha de sucessão, o herdeiro do trono será o Fumihito, o Príncipe Akishino (esq.), irmão mais novo do atual imperador; na sequência, está o Príncipe Hisahito (centro), filho de Fumihito.

Nascido em 2006, Hisahito foi considerado um "milagre" pela monarquia, pois desde 1965 não nasciam meninos na família real japonesa.

Se o nascimento de um menino não tivesse acontecido, isso significaria o fim da atual ordem de sucessão. O governo então seria obrigado a reavaliar as regras milenares para garantir a continuidade da família imperial.

Princesa Aiko pode desistir da família real

Alguns especialistas que acompanham a realeza japonesa apostam que a Princesa Aiko poderá abdicar de seu título nos próximos anos.

familia real japao 0122 1400x800
STR/JAPAN POOL/AFP via Getty Images

A justificativa para isso, segundo fontes especializadas afirmam em entrevista à revista Insider, seria a subserviência obrigatória das mulheres que são membros da família real japonesa.

Dessas mulheres, é esperado um papel de "esposa e mãe" obediente, "servindo a autoridade masculina", que inclui seu marido, seu pai e toda a nação.

No entanto, não seria a primeira vez que uma mulher abandonaria seus compromissos reais no Japão. A prima de Aiko, Mako, foi a oitava e mais notável princesa a abandonar a família real japonesa, pois escolheu se casar com um homem fora da realeza.

Família Real: saiba mais sobre a realeza pelo mundo!