explore

Vilarejos do Sul da Itália vão pagar salários de até R$ 6 mil para quem quiser morar lá

calabria italia mar 0721 1400x800
nata_rass/istock

A região da Calábria, no Sul da Itália, vai oferecer até 28 mil euros (cerca de R$ 168 mil) para quem quiser viver e trabalhar em um de seus vilarejos por um período máximo de três anos.

calabria italia bar 0721 1400x800
Aliaksandr Antanovich/istock

Para participar da iniciativa, que tem como objetivo reverter o declínio populacional das aldeias, o candidato deve preencher requisitos de idade e se comprometer a contribuir com a economia local.

Salários de até R$ 6 mil para viver na Itália

Quem quiser viver e trabalhar na Calábria, região próxima a montanhas, praias e ruínas históricas, fazendo parte da iniciativa de estímulo financeiro, precisa aceitar empregos específicos já oferecidos na região ou abrir um pequeno negócio.

calabria italia vista 0721 1400x800
ViliamM/istock

Os candidatos, que devem ter entre 18 e 40 anos, precisarão estabelecer residência em um dos vilarejos da cidade e se mudar em até 90 dias após a aprovação.

Uma vez aceita para o programa, a pessoa poderá receber uma renda mensal entre 800 e 1 mil euros (entre R$ 4,8 mil e R$ 6 mil) em um período de dois a três anos, afirmou o conselheiro regional Gianluca Gallo para a rede CNN.

calabria italia cidade 0721 1400x800
diegograndi/istock

O candidato poderá também receber um financiamento para abrir um restaurante, bar, loja ou outro tipo de empreendimento comercial novo. A expectativa é atrair jovens proativos que contribuam com o mercado de trabalho local.

calabria italia paisagem 0721 1400x800
gbarm/istock

A iniciativa do governo tem como objetivo revitalizar as pequenas comunidades com novos moradores e evitar que as populações locais desapareçam no futuro. Cerca de 75% das cidades da Calábria têm população menor que 5 mil habitantes.

Estudar e trabalhar fora do Brasil