explore

"Foi gostoso": adorável foto de brasileiras se abraçando ganha prêmio internacional

foto abraco covid 0421 1400x800
Mads Nissen/World Press Photo

Uma imagem que transmite esperança, empatia, amor e compaixão. Assim foi definida a eleita foto do ano pela organização internacional World Press Photo.

O registro feito pelo fotógrafo dinamarquês Mads Nissen mostra Rosa Luzia Lunardi, uma senhora de 85 anos, recebendo seu primeiro abraço após cinco meses em isolamento em um lar de idosos de São Paulo. A demonstração de afeto partiu da enfermeira Adriana Silva da Costa Souza.

Foto de abraço durante a pandemia é premiada

“Esta imagem icônica da Covid-19 lembra o momento mais extraordinário de nossas vidas, em todos os lugares”, disse o membro do júri Kevin Lee, completando: “Eu vi vulnerabilidade, entes queridos, perda, separação, morte, mas, mais importante, vi também sobrevivência – tudo em uma só imagem”.

foto abraco idosa 0421
Mads Nissen/World Press Photo

A foto, feita para a agência Panos Pictures e para o jornal dinamarquês Politiken, também ganhou o primeiro lugar na categoria de Notícias Gerais. Os juízes avaliaram 74.470 fotos de 4.315 fotógrafos antes de selecionar os vencedores em oito categorias.

De acordo com o fotógrafo responsável pelo registro, “a principal mensagem desta imagem é a empatia. É amor e compaixão”.

Em entrevista ao telejornal "SP1", da Rede Globo, Rosa Luzia Lunardi afirmou que não gosta de fotografia e que não esperava a repercussão, mas admitiu que o momento do abraço “foi gostoso”.

A enfermeira também falou sobre a foto que ficou famosa e contou que, na hora do abraço, sentiu "muito amor, muita gratidão, muito carinho, respeito, reciprocidade".

Histórias reais e inspiradoras