explore

Encantador vilarejo italiano está pagando até R$ 52 mil ao ano para quem quiser morar lá

santo stefano di sessanio 1020 1400x800
Buffy1982/Shutterstock

Levar uma vida simples em um encantador vilarejo na Itália, acordar todos os dias admirando o sol nascer por entre as montanhas e ainda ser pago para isso. A proposta é real e foi feita recentemente pela prefeitura de Santo Stefano di Sessanio.

Vilarejo na Itália dará dinheiro a novos habitantes

Localizada no lado leste do centro-sul da Itália, em Arbuzzo, Santo Stefano di Sessanio é uma vila medieval que fica a 1.250 metros acima do nível do mar, dentro do parque nacional Gran Sasso e Monti della Laga.

santo stefano di sessiano 2 1020 1400x800
Nefretite/Shutterstock

Para permitir que o vilarejo permaneça vivo, a prefeitura decidiu oferecer benefícios para seus futuros moradores. Atualmente, a região possui apenas 115 habitantes e população majoritariamente envelhecida.

santo stefano di sessanio village 1020 1400x800
Stefano Pellicciari/Shutterstock

Em entrevista à CNN, o prefeito Fábio Santavicca explica que o conselho municipal pagará aos novos residentes uma taxa mensal por três anos, até um máximo de 8 mil euros (cerca de R$ 52 mil) por ano.

santo stefano di sessanio vila 1020 1400x800
LianeM/Shutterstock

E quem desejar abrir um negócio na cidade poderá receber uma contribuição única de até 20 mil euros (R$ 132 mil). Os residentes também receberão uma propriedade para morar por um aluguel de valor simbólico.

santo stefano di sessanio italia 1020 1400x800
ValerioMei/Shutterstock

Desde que a proposta foi divulgada, no dia 15 de outubro, cerca de 1.500 pessoas já se inscreveram para participar do programa. A concorrência é grande, pois o município quer manter o número de novos habitantes para cerca de 10 pessoas, ou 5 casais apenas.

santo stefano di sessanio noite 1020 1400x800
Matteo Gabrieli/Shutterstock

Os candidatos devem ter entre 18 e 40 anos e não residir na área de Santo Stefano. Eles devem ser residentes da Itália, cidadãos da União Europeia ou ter o direito de permanecer nela por um período indefinido. Quem optar pela nova vida deve saber que precisará permanecer no vilarejo por, no mínimo, 5 anos.

Destinos para quem quer ficar longe do agito