explore

Marido envia flores todos os dias à esposa internada com Covid-19: "É como posso estar lá"

flores rosas buque presente 0319 1400x800
Sirawish/Shutterstock

Dizem que o amor é um sentimento poderoso, capaz de superar tudo e é com a força do amor de um marido apaixonado que sua esposa está se recuperando do Covid-19.

Internada há 12 dias em um hospital, em Louisiana, nos Estados Unidos, uma mulher tem recebido flores e mimos do marido todos os dias e, de acordo com os enfermeiros, isso tem ajudado tanto os profissionais, quanto a paciente.

Marido envia flores à mulher internada por Covid

Com as restrições à visitantes por causa do coronavírus, o norte-americano Kay Pelican está enviando flores todos os dias à esposa internada, que está lutando contra o Covid-19.

A mulher está no Lafayette General Health, no estado de Louisiana e o hospital usou as redes sociais para compartilhar a atitude de seu marido. Uma foto mostra 5 funcionários segurando os buquês de flores e balões que Kay tem enviado diariamente:

Na legenda, o hospital afirmou que, fazendo isso, ele não só está levando esperanças à esposa, como também à equipe médica:

"O romance pode ficar um pouco complicado quando o cônjuge é hospitalizado por # COVID19. Mas isso não impediu um homem de enviar flores diariamente desde que sua esposa está em nossas instalações - 12 dias e contando! Sua perspectiva torna mais positivo o dia de nossas enfermeiras tanto quanto o de sua esposa. Aqui está o amor no tempo de COVID".

Em uma entrevista ao site da revista norte-americana People, Kay disse que as flores foram uma forma que ele encontrou de se fazer presente, já que não pode visitar a esposa presencialmente - o casal se comunica por videochamadas, com a ajuda das enfermeiras.

"Não posso ficar ao lado da cama dela, mas preciso avisá-la de alguma forma que é como posso estar lá. Normalmente, quando um de nós está no hospital, sentamos um com o outro, então essa era a única maneira que eu poderia estar lá", disse durante a entrevista.

História sobre o Covid-19 que emocionam