explore

Após colocarem mais de mil armadilhas, cientistas capturam 1ª vespa assassina nos EUA

vespa gigante asiatica2 05 20 1400 800
Divulgação/Washington State Department of Agriculture

Depois de espalhar milhares de armadilhas pela região noroeste dos Estados Unidos, cientistas do Departamento de Agricultura do Estado de Washington (WSDA, na sigla em inglês) conseguiram capturar uma vespa gigante asiática.

Chamada cientificamente de Vespa mandarinia, o inseto apareceu pela primeira vez no estado de Washington em maio deste ano e além de ter um veneno potente, representa uma grande ameaça para as abelhas, já que são capazes de dizimar colmeias rapidamente.

Vespa assassina é capturada nos EUA

De acordo com o WSDA, a vespa assassina foi encontrada em uma armadilha perto de Birch Bay, no condado de Whatcom, em Washington.

Na imagem, o inseto aparece acima de uma régua, que comprova seu tamanho de aproximadamente 5 centímetros, o que explica o termo "gigante".

vespa gigante asiatica 08 20 1400 800
Divulgação/Washington State Department of Agriculture

Conforme informou o departamento, este foi o primeiro zangão a ser detectado em uma armadilha, em vez de ser encontrado no ambiente, como foram avistados anteriormente.

Agora, os próximos passos são procurar ninhos usando câmeras infravermelhas e colocar armadilhas adicionais para capturar as vespas gigantes asiáticas vivas.

vespa gigante asiatica 05 20 1400 1000
Shutterstock

A equipe do Programa de Pragas da WSDA implantará armadilhas especiais destinadas a capturar vespas, mas mantê-las vivas para mandá-las de volta à sua colônia.

O departamento espera encontrar e destruir o ninho até meados de setembro, antes que a colônia comece a criar novas rainhas e zangões reprodutores, impedindo a propagação dessa praga invasora.

vespa colmeia 05 20 1400 800
Shutterstock

Picadas podem matar humanos

Embora não seja tipicamente agressiva para os seres humanos, devido à potência de sua toxina, a vespa pode matar uma pessoa caso ela receba várias ferroadas, não é à toa que ganhou o apelido de vespa assassina.

De acordo com um estudo da National Defense Medical College do Japão, no país, estima-se que as picadas dessas vespas causem entre 30 e 50 mortes por ano. As principais causas são anafilaxia (uma reação alérgica aguda e grave) e parada cardíaca súbita.

Picadas de abelha, vespa e outros insetos