explore

Eslovênia é 1º país europeu a decretar fim da epidemia de coronavírus: como conseguiu

gorizia bandeira 1400x800 0520
Pier Marco Tacca/Getty Images

O governo da Eslovênia anunciou fim da epidemia do novo coronavírus em seu território. É o primeiro país europeu a declarar controle do surto de covid-19.

Com isso, a Eslovênia vai reabrir suas fronteiras, mas algumas medidas preventivas continuam em vigor. O país possui apenas 2 milhões de habitantes, mas precisou impor regras de distanciamento social para evitar um alto número de mortes.

Como a Eslovênia controlou a covid-19

De acordo com informações da agência de notícias Reuters, a Eslovênia declarou epidemia em seu território em 12 de março.

Fronteiras foram fechadas e viajantes que chegaram ao país foram colocados em isolamento.

A cidade de Gorizia, que divide território com a Itália, precisou ser “dividida no meio”. Com o fechamento das fronteiras, a Gorizia eslovena foi separada por uma grade da Gorizia italiana. Famílias, casais e amigos também foram separados.

gorizia 1400x800 0520
Pier Marco Tacca/Getty Images

Reuniões públicas foram proibidas, e, assim, escolas, museus, shoppings e hotéis foram fechados.

Junto das regras de distanciamento social, o governo adotou medidas de apoio econômico para ajudar a população e empresas a enfrentarem a crise econômica que viria a seguir e seria inevitável.

Com fim da epidemia, regras serão flexibilizadas

Com todas as medidas tomadas, foram registrados 1.464 casos de contaminação de covid-19 e 103 mortes. Agora que o governo anunciou o fim do surto, será possível flexibilizar as medidas restritivas.

As fronteiras do país serão reabertas, e os cidadãos europeus sem sintomas poderão circular pelo país sem impedimentos. Outros viajantes, porém, ainda terão de permanecer em quarentena ao chegar no território esloveno.

Reunião públicas continuam proibidas, mas centros comerciais, escolas e alguns hotéis poderão reabrir as portas.

mascara gorizia 1400x800 0520
Pier Marco Tacca/Getty Images

A população ainda terá de usar máscaras para evitar a transmissão do novo coronavírus e manter uma distância segura uns dos outros em locais públicos.

Com isso, o conjunto de medidas econômicas tomadas para ajudar a população e empresas não será prolongado.

Apesar de tudo, o primeiro-ministro Janez Jansa informou que grandes eventos públicos, como os esportivos, provavelmente só poderão ser retomados na Eslovênia e no restante da Europa após uma vacina ou medicamento contra o vírus for descoberto e amplamente usado.

Combate ao novo coronavírus