explore

Veterinária cria próteses para que animais acidentados possam voltar à natureza

maria angela 1400x1867 0120
Cortesia de Maria Angela Marichó

Em Barretos, no interior de São Paulo a veterinária Maria Ângela Marchió trabalha para dar uma nova chance a animais acidentados. Especialista em ortopedia animal, ela cria próteses para a reabilitação de espécies variadas, incluindo aves e mamíferos.

Animais ganham próteses de resina

O trabalho da veterinária é voluntário e feito com a ajuda da Polícia Ambiental e ONG’s que fazem o resgate dos animais. De acordo com Maria Ângela, os animais se adaptam com facilidade às próteses e muitos conseguem voltar para o habitat natural.

Ela também faz trabalho voluntários com animais que são resgatados mas não precisam necessariamente de próteses.

“Essa maritaca chegou com o pezinho eletrocutado, fizemos uma amputação e implantamos um pino de titânio para depois colocar a prótese de resina e PVC”, explica a veterinária. Abaixo, é possível ver como ficou o novo pé da ave resgatada.

animal protese 1400x2489 0120
Cortesia de Maria Angela Marichó

O molde da prótese é feito na mão e sob medida para que cada bicho tenha conforto e possa retomar, dentro do possível, suas atividades comuns na natureza.

Como a intenção é que os animais voltem a circular no mundo lá fora, o material utilizado é extremamente resistente.

"Esse sagui chegou com o braço bem dilacerado, quebrado", conta Maria Ângela. Com o tratamento, o bichinho, que é uma espécie de macaco pequeno muito comum na Mata Atlântica, conseguiu se recuperar e foi solto novamente na natureza.

animais protese 1400x1369 0120
Cortesia de Maria Angela Marichó

No caso de aves que machucaram os bicos, as próteses representam um ganho enorme na qualidade de vida, já que as opções alimentares ficam muito mais variadas.

animais protese 1400x800 0120
Cortesia de Maria Angela Marichó

Esse tipo de trabalho não é comum no Brasil, e não é tão fácil encontrar especialistas em próteses. Maria Ângela já até viajou para o exterior para dar cursos de capacitação para outros profissionais.

Apesar de caros, esses procedimentos são feitos de maneira voluntária pela veterinária, que tem como prioridade o bem-estar de seus pacientes. Ela afirma que sua maior recompensa com esses trabalhos é ver os animais bem, saudáveis e confortáveis.

Resgate de animais