explore

Que polêmica sobre criação do bebê real é esta que abalou a família real?

principe harry meghan markle 0219 1400x800
Tolga Akmen - WPA Pool/Getty Images

Enquanto o bebê de Meghan Markle e do príncipe Harry não vem ao mundo, muitas hipóteses surgem a respeito da forma que o casal irá criar o novo herdeiro da família real britânica.

Nesta semana, a mídia internacional levantou um debate a respeito do fato de os dois não pretenderem criar a criança com "estereótipos de gênero". Historicamente, o sexo biológico dos bebês reais não é divulgado antes de ele ou ela nascer.

Criação do filho de Meghan e príncipe Harry

meghan markle marrocos vestido 0219 1400x1700
WPA Pool/Getty Images

Um artigo da revista Vanity Fair levantou debate ao publicar uma declaração de fonte anônima sobre Meghan e Harry estarem na expectativa de "evitar estereótipos de gênero" — ou seja, se for menina, ela não necessariamente vestirá rosa ou seguirá padrões de "feminilidade" e, se for menino, não terá uma educação que priorize atitudes tipicamente vistas como masculinas.

Apesar de a lógica ser interessante para acabar com as caixinhas de comportamento que quase sempre somos inseridos socialmente, a notícia foi deturpada ao ser reproduzida por alguns veículos de comunicação.

Isso porque, alguns sites publicaram que Meghan teria dito a seus amigos que quer criar o bebê com "gênero fluido", ou seja, uma pessoa que ora tem dinâmicas lidas como masculinas, ora dinâmicas lidas como femininas.

De acordo com a revista Hello!, a bagunça foi tanta que o Palácio de Kensington, que geralmente não se pronuncia sobre boatos ou questões pessoais dos membros da família real, se posicionou dizendo que "a história é totalmente falsa".

Qualquer que seja a forma de criação do bebê, que nasce entre final de abril e começo de maio, o mais importante é que ele cresça em um ambiente de respeito à sua identidade e às suas escolhas, certo?

harry meghan markle0119 1400x800
Phil Noble - Pool/Getty Images

Primeiro filho de Meghan e príncipe Harry