Ilha do Amor: praia que aparece só às vezes fica em um dos locais mais lindos do Brasil

ilha amor alter chao barco 1217 1400x800
Dea e Bruno/Shutterstock

O Brasil tem, de fato, lugares incríveis a serem descobertos. Um deles é a Ilha do Amor, em Alter do Chão (PA), praia de água doce que "aparece e desaparece", de acordo com a vazão do rio, e oferece belezas naturais de tirar o fôlego: água cristalina e areia branquinha.

Ilha do Amor em Alter do Chão: como ir e detalhes

ilha amor alter chao 1217 1400x800
Dea e Bruno/Shutterstock

A 36 quilômetros de Santarém, Alter do Chão é uma vila amazônica ideal para turistas que preferem o sossego e o contato com a natureza e com as comunidades de moradores.

Foi eleita como a melhor praia do mundo pelo jornal britânico The Guardian, em 2009, que a classificou como um "paraíso dourado".

Quando o nível das águas do Rio Tapajós baixa, surgem várias praias ao redor da vila, com areia branca e fina e águas esverdeadas.

A Ilha do Amor é a mais famosa e pode ser acessada por canoa ou a pé, dependendo das condições do Tapajós. 

Turística, a paisagem de água doce conta com bar e agitação de visitantes e moradores. Dá para beber e comer sentado em uma cadeira fincada na areia e com os pezinhos na água. 

Passeios

Alter do Chão pode ser, ainda, ponto de partida para passeios na Floresta Nacional do Tapajós, às praias do rio Arapiuns e ao Lago Verde, uma mata de igapó (tipo de vegetação da Amazônia) que fica inundada por seis meses durante o ano.

Custos

A viagem para Alter do Chão, conforme levantamento do VIX, é ainda uma das mais baratas do mundo (levando em conta hospedagem, transporte, alimentação e custos de lazer): você gastará, em média, R$ 36 por dia para aproveitar o lugar. 

Melhor época para ir

ilha amor para alter chao 1217 1400x800
Mariano Villafane/Shutterstock

Para conhecer Alter do Chão, é preciso ficar atento a melhor época da viagem.

Os bancos de areia surgem entre agosto e fevereiro, mais ou menos. Nos outros meses, também vale o passeio, mas a experiência de explorar esse “Caribe amazônico” será mais interessante se for feita de barco.

Conheça o Brasil