explore

Cidades russas que sediarão a Copa têm muito mais que estádios: conheça as 11

catedral caliningrado russia 1117 1400x800
aquamethods/iStock

A Rússia será o principal palco do futebol durante a Copa do Mundo 2018, que acontecerá entre 14 de junho e 15 de julho do ano que vem.

De fato, o país europeu não tem a malemolência e as belezas naturais que nós, brasileiros, oferecemos ao mundo em 2014.

Mas, “se garante” com os monumentos, edificações históricas e museus espalhados pelas 11 cidades que receberão os jogos – que, aliás, para ciência dos torcedores mais fanáticos, já estão dando duro para entregar os estádios da Copa 2018 a tempo.

Cidades com jogos na Copa do Mundo 2018: o que visitar

moscou russia turismo 1116 1400x934
Ivan Pavlov

Moscou

Em Moscou, esteja pronto para se admirar a cada esquina com a arquitetura inconfundível: a Praça Vermelha, o complexo do Kremlin  (sede do governo, foto abaixo), o Teatro Bolshoi e a Catedral de São Basílio são pontos turísticos imperdíveis.

kremlim russia moscou 1117 1400x800
Eplisterra/iStock

Estádio

luzhniki estadio russia 1117 1400x800
fifg/Shutterstock

A capital russa é uma das principais sedes da Copa 2018 e está pronta para sediar os jogos em um estádio histórico: o Luzhniki (foto abaixo) recebeu a cerimônia de abertura da Olimpíada de 1980.

Agora, está passando por reforma para receber jogos importantes da Copa, como o de abertura e a final. 

São Petersburgo

sao petersburgo russia 1117 1400
Global_Pics/iStock

Considerado um dos melhores museus do mundo, o Museu Hermitage tem uma riquíssima coleção de arte ocidental. Fundado em 1764 por Catarina, a Grande, o atrativo abriga o Palácio de Inverno, que serviu de habitação para os czares russos e marco da Revolução Russa. 

Estádio

zenit arena russia 1117 1400x800
Drozdin Vladimir/iStock

O Zenit Arena é o segundo estádio mais importante e o mais caro da Copa 2018. A construção demorou dez anos e foi cercada de denúncias de corrupção. 

O complexo abrigou a abertura da Copa das Confederações 2017 e se tornou um dos mais modernos do mundo.

Kazan

kremlin kazan russia 1117 1400x800
Elen11/iStock

A cidade, que é capital de Tartaristão, reúne o maior número de muçulmanos na Rússia. A principal atração turística é o Kremlin de Kazan, um conjunto de prédios históricos dos séculos 16 a 19, que abrigam vestígios ainda mais antigos.

Lá, estão a Catedral da Anunciação e a Mesquita Kul Sharif, símbolos de harmonia na convivência entre as duas religiões.

Estádio

kazan estadio russia 1117 1400x800
Julia Kuznetsova/iStock

O Kazan Arena é casa do time da cidade, Rubin Kazan, e foi construído em 2013. Também foi usado na Copa das Confedereções de 2017.

Sochi

sochi estacao esqui russia 1117 1400x800
LARISA DUKA/iStock

Sochi sediou os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 e entrou na rota dos eventos esportivos, abrigando também o Grande Prêmio de Fórmula 1 da Rússia.

Talvez na cidade seja possível reviver um pouco o clima da Copa do Mundo do Brasil, porque lá tem praia (apesar de a foto acima ser em um dos pontos mais visitados, a estação de esqui, herdada dos jogos de inverno).

Estádio

sochi estadio russia 1117 1400x800
otaraev74/iStock

O estádio de Sochi, Fisht Stadium, também foi usado na Copa das Confederações. Para os jogos de 2018, foi preciso que o teto fosse aberto para aumentar a capacidade para a torcida.

Caliningrado

catedral caliningrado russia 1117 1400x800
aquamethods/iStock

Localizado dentro dos limites de outro território, o enclave russo Caliningrado fica entre a Polônia e a Lituânia. Os turistas conhecem a região em vista ao Istmo da Curlândia, com dunas de até 70 metros e muitas florestas.

Estádio

O estádio Kaliningrad Stadium foi construído exclusivamente para a Copa 2018,

Segundo a FIFA, a ideia é promover o desenvolvimento do local. Após os jogos, o empreendimento será cercado por atrações locais, como parques e aterro ao redor do Rio Prególia.

Níjni Novgorod

nizhny novgorod russia 1117 1400x800
sever180/iStock

A cidade de nome complicado, Níjni Novgorod, também abriga um Kremlin (que significa fortaleza ou fortificação - no sentido militar).

Com pouco mais de 1 milhão de habitantes, Níjni Novgorod fica às margens dos rios Volga e Oka e tem um sistema de teleféricos para transporte.

Estádio

Construído do zero, o Nizhny Novgorod Stadium tem capacidade para 45 mil pessoas e ficará iluminado à noite, destacando a calçada em volta ligada a escadas que levam ao estádio. 

Samara

A cidade não tem apelo turístico, mas está se preparando para receber os visitantes durante os jogos. 

Há um bunker de Josef Stalin construído na cidade, mas, segundo a história, ele nunca foi usado.

Estádio

O estádio começou a ser construído em 2014, mas ainda não está concluído. O Governo russo corre contra o tempo para entregar a obra. Se tudo der certo, depois da Copa, ele será entregue para o time Krylya Sovetov.  

Volgogrado

volgogrado russia bicicleta 1117 1400x800
Gaika102/iStock

Volgogrado voltou a ter esse nome em 1961, mas ainda é fortemente relacionada à Batalha de Stalingrado, uma das mais sangrentas da Segunda Guerra Mundial.

Na área turística, é uma das cidades mais preparadas para os visitantes, com moradores receptivos e História em todo lugar.

Estádio

O Volgograd Arena foi construído para Rússia 2018 ao pé do memorial de guerra Mamayev Kurgan,a estátua erguida em honra aos que morreram na Batalha defendendo a pátria.

Saransk

saransk russia catedral 1117 1400x800
bladerunner7/iStock

Na foto acima, está  a catedral ortodoxa em homenagem a Fyodor Ushakov, um reconhecido comandante da marinha que foi canonizado pela Igreja Ortodoxa. Esse é um dos prédios que atraem muitos turistas que visitam a cidade. 

Apesar de ter sido construído em 2006, segue desenhos da arquitetura da época do império russo.

Estádio

O Mordovia Arena começou a ser erguido em 2010, no milésimo aniversário da unificação do povo mordoviano com diferentes grupos étnicos russos.

Combinando as cores laranja, vermelho e branco, o estádio faz uma homenagem às tradições da República de Mordóvia, já que o artesanato local carrega essas cores.

Rostov-on-Don

A cidade portuária é a maior e mais cosmopolita do sul da Rússia. O Rio Don é um marco histórico e cultural que definiu a forma como a cidade se desenvolveu.

Estádio

O Rostov Arena fica na margem esquerda do rio Don, que já é considerado um point com restaurantes e atrativos turísticos locais tanto entre moradores quanto para turistas.

Iecaterimburgo

iecaterimburgo copa russia 1117 1400x800
saiko3p/iStock

Iecaterimburgo tem atrações turísticas como o Ganina Yama, um monastério construído em homenagem à família Romanov, do czar Nicolau II.

Estádio

ekaterinburg copa russia 1117 1400x800
maradon 333/Shutterstock

O estádio foi erguido em 1953, mas já sofreu várias alterações. Ainda assim, está mantida a fachada do neoclassicismo soviético, que também será visto pelos visitantes dos jogos em 2018.

No projeto atual, alguns setores de arquibancadas ficarão totalmente fora da cobertura. A previsão é que fique pronto até dezembro.

Copa do Mundo: curiosidades e mais