Por que Philip, marido da Rainha Elizabeth, é chamado de Príncipe e não de Rei?

principe philip rainha elizabeth 1400x800 1017
Chris Jackson / Getty Images

Caso você nunca tenha reparado, Philip, o marido da Rainha Elizabeth, tem como título real o posto de príncipe. Mais especificamente, ele é o Duque de Edimburgo, assim como ela era a Duquesa antes de herdar o título mais alto monarquia britânica. Os motivos para ele não ter se tornado rei estão ligados às leis inglesas e ao sangue real do casal.

Por que Philip é príncipe e não rei? 

"O Príncipe Philip é príncipe porque não é o herdeiro do trono britânico e, portanto, não pode ser nomeado rei", simplifica o doutor e professor de história contemporânea da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas, Lindener Pareto Júnior. Segundo o especialista, Philip não pode ser nomeado rei por ser casado com a herdeira.

De acordo com as leis britânicas, nobres que se casam com rainhas não podem se tornar reis para manter o trono entre os ingleses. Porém, o contrário é possível: caso William se torne rei, Kate Middleton vira a nova rainha, por exemplo.

Philip é primo de Elizabeth, mas não herda o trono

O casamento dos dois, segundo Lindener Pareto, faz parte de "uma série de alianças que a nobreza costura internacionalmente desde a Idade Média".

Isso porque Philip e Elizabeth são primos de quarto grau, ambos tetranetos da Rainha Vitória, que reinou entre 1837 e 1901. Mas, apesar de também ter sangue real, Philip não está na linha sucessória.

"O pai de Elizabeth, George VI, herdou o trono via a casa real Windsor, ou seja, ela é a herdeira", esclarece o professor da PUC. 

rainha elizabeth principe philip 1400x800 1017
WPA Pool / Getty Images

Já o príncipe vem da dinastia Mountbatten por parte de pai. Essa família governou a Grécia e Dinamarca até o ano de 1922 e o tio de Philip, chamado rei Constantino da Grécia, foi o último monarca do reinado e era irmão mais velho de príncipe André (o pai de Philip).

Mais sobre a Família Real Britânica