explore

Casal que visitou 26 países revela fórmula para viajar gastando pouquíssimo dinheiro

Os aventureiros Carolyn Plemmons e Bryan Harris, de Virginia, dos Estados Unidos, realizaram uma incrível viagem ao redor do mundo visitando 26 países gastando muito pouco. 

Com o VIX, Carolyn compartilhou os perrengues, as emoções e muitos dos aprendizados que a experiência proporcionou. De cara, ela recomenda este tipo de aventura a todos: 

“Faça! [...] Foi aterrorizante clicar no botão de confirmação do primeiro voo de ida para fora dos Estados Unidos. Mas, foi a melhor decisão que nós já fizemos”, diz. "Há um grande mundo lá fora, e planejamos continuar nossas aventuras para o resto de nossas vidas!”.

Como viajar o mundo sem gastar quase nada

casal viagem mundo oculos 0817 1400x800
Adventure Us/Faceboook

Na aventura, que durou nove meses, o casal visitou 26 países: Islândia, Alemanha, República Checa, Áustria, Itália, Croácia, Sérvia, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Grécia, Macedônia, Kosovo, Montenegro, Albânia, Malta, Espanha, França, Bélgica, Países Baixos, Inglaterra, Tailândia, Laos, Malásia, Camboja, Cingapura e Indonésia.

A fórmula secreta do casal, que compartilhou vários momentos da viagem em sua página no Facebook Adventure - Us, foi pesquisar trabalhos voluntários em cada destino em troca do básico: comida e hospedagem. 

O esquema se chama “Room & Board” e, geralmente, é feito em meios de hospedagem de estadia curta que recebem viajantes “passageiros” ou universitários.

Para colocar em prática

Para encontrar oportunidades de trabalho nos locais que visitariam, Carolyn e Bryan se cadastraram em um site de compartilhamento de vagas, o Work Away.

“Por uma semana ou por um mês, não pagamos nada [de hospedagem]! E não só isso nos ajudou a economizar, como nos mergulhou completamente na cultura”.

A cada término de contrato, os jovens pesquisavam novas vagas no próximo destino. Eles jardinaram na Alemanha, serviram comida para turistas em um serviço de rafting na Bósnia, preparam comida em retiro de ioga na Itália. 

Por ter trabalhado desta forma, o casal conseguiu estender a viagem – completando 26 países em nove meses. 

Viagem "em conta" precisa de preparação

Carolyn explica, no entanto, que alguns cuidados antes de fazer uma viagem dessas garantem que a experiência seja a melhor possível. Listamos, a seguir. 

Estabeleça objetivos

Encarar alguns desconfortos inevitáveis e mudanças de hábitos faz parte do roteiro de quem quer fazer um mochilão pelo mundo sem gastar nada ou muito pouco. 

Por isso, é bom estar bem consciente do que você “está indo buscar”, se você quer ir sozinho para se conectar mais com suas vivências ou se é realmente legal compartilhar os momentos com um amigo ou parceiro.

Descubra o que te motiva

Ver novos lugares e encontrar novas pessoas, conta Carolyn, foram os principais motivos que levaram o casal a explorar o mundo nesta proposta mais barata.

"Queríamos experimentar a vida, sair de nossas zonas de conforto e mergulhar completamente em outras culturas com experiências de primeira mão. A experiência abre seus olhos para tantas culturas que existem e mostra que nenhuma é melhor do que outra”. 

Alguns gastos são inevitáveis, então, prepare-se!

O planejamento, claro, também começa pelo bolso. Muito antes de dar adeus ao conforto do seu lar, será preciso “sofrer” um pouquinho, reduzindo custos extras para usá-los com os gastos de transporte (avião, trem, metrô, bicicleta alugada, entre outros), e possíveis despesas com alimentação, cuidados médicos.

calsa viagem mundo praia 0817 1400x1050
Adventure Us/Faceboook

“Enquanto estávamos planejando, fizemos um orçamento médio estimando o quanto gastaríamos por dia com comida, hospedagem e viagens. A meta inicial era viajar por quatro ou seis meses”, explicou a viajante ao VIX

“A partir daí, passamos a economizar. Desligamos a TV a cabo, não saíamos mais para comer ou beber e paramos de fazer compras. Também levamos marmita de almoço para o trabalho todos os dias”. 

A pesquisa e a economia começaram um ano antes de o casal colocar a mochila nas costas e partir para a viagem. 

casal viagem mundo destino 0817 1400x1337
Adventure Us/Faceboook

Esteja aberto ao que vier

“A viagem é muito barata se você estiver disposto a se sentar em um ônibus ou trem por longos períodos de tempo. E os albergues são baratos também, desde que não se importe em compartilhar um quarto com estranhos – ou, como eu gosto de pensar – com novos amigos!”.

Outra opção de hospedagem mais desencanada é apostar no sistema do site Couchsurfing, em que uma pessoa local abre a casa e abriga viajantes sem nenhum custo. 

Aproveite como um "local"

Quando dinheiro não é problema, é possível reservar passeios e restaurantes para explorar as cidades de um jeito mais turístico. 

Se você quer economizar, entretanto, nem sempre será possível comer fora ou visitar atrações mais caras.

Por isso, compre comida no supermercado, se hospede em locais que incluem alguma refeição e peça muitas dicas para os moradores sobre onde ir e o que fazer. A experiência será muito diferente. 

Viagem pelo mundo