explore

Por que o volante do carro fica à direita em alguns países? História revela o motivo

mrbean carro mao inglesa 1400x800 0717
mjkim/gettyimages

Nem todo carro tem o volante à esquerda, como temos aqui no Brasil. Em alguns países, o motorista fica no lado direito do veículo e o trânsito acontece pela esquerda – a chamada mão inglesa.

A regra tem a ver com o costume que os cavaleiros tinham, na Idade Média, na Europa, de usar a espada na mão direita. Para deixar a mão direita livre, caso surgisse alguma ameaça na estrada, eles circulavam à esquerda (fazendo curvas à esquerda, por exemplo).

Mas, não foi só isso que fez com que tantos países aderissem ao hábito: segundo historiadores, muitas colônias do Reino Unido se adaptaram à mão inglesa por conta da dominação cultural. Por isso que, até hoje, países como África do Sul, Índia e Nova Zelândia, mantêm seus motoristas à direita. O Japão também segue esse sistema.

Mão inglesa: entenda história

mao inglesa carro 0717 1400x800
Philip Pilosian/Shutterstock

Segundo a História, além de a mão inglesa ser uma herança dos cavaleiros medievais, ela tem um passado ainda mais longínquo. Arqueólogos descobriram indícios de que, na civilização romana, os cidadãos usavam carrinhos de mão à esquerda e os soldados marchavam à esquerda.

O site especializado em cultura britânica Historic UK destaca que a “regra” foi oficialmente sancionada em 1300 DC, “quando o papa Bonifácio VIII declarou que todos os peregrinos que viajavam para Roma deveriam ficar à esquerda”.

A partir daí, o sistema de transporte europeu passou a dar preferência ao “manter-se à esquerda”, mantendo a tradição até hoje em muitos lugares. No Brasil, ao contrário, a regra é sempre manter-se à direita.

mao inglesa londres 0717 1400x800
Kamira/Shutterstock

Sistema universal

O sistema universal, com o volante à esquerda, vale para 65% dos países, segundo o Historic UK.

E mesmo o lado “certo” tem episódios de rebeldia: o imperador francês Napoleão Bonaparte, que era canhoto, cravou a regra de forma contrária – e decretou que todas as regiões dominadas pela França usariam o lado direito. Já os Estados Unidos também se posicionaram contra a medida e adotaram o sistema universal (volante à esquerda) para enfatizar a independência da Inglaterra.

Cultura britânica