explore

Como se iniciou a tradição dos famosos cadeados de amor em pontes?

Cada dia há mais pontes cujas grades são preenchidas com cadeados em diferentes partes de todo o mundo. Este costume se espalhou silenciosamente e traduz metaforicamente os laços de amor eterno entre casais que os prendem nos pontos turísticos anonimamente. A escolha destes lugares ocorre ou porque são geralmente conhecidos por sua beleza ou porque são parte de um panorama romântico e evocativo.

Desde quando se prendem cadeados em pontes?

O início desta tradição, bastante popular e espontânea, pode estar em diferentes antigas pontes de algumas cidades, particularmente da Europa, onde a presença dos cadeados acontece há anos. Ponte Vecchia em Florença, a Pont des Arts em Paris, Hohenzollern Bridge em Colônia, Luzhkov em Moscou, Mecsek Pécs na Hungria, e muitas outras ao redor do mundo, especialmente, nos países da Europa Oriental, cujas sociedades parecem ter menos caminhos para expressar seus sentimentos.

Por ser uma anônima e espontânea expressão, é difícil saber qual foi a primeira ponte onde a presença destes cadeados de amor começou. No entanto, ninguém discorda quando se sugere que a origem está em Roma, na Ponte Milvio, uma das rotas que cruzam o rio Tibre.

A história conta que dois jovens amantes que queriam selar seu amor em 2006, figurativamente engataram um cadeado na ponte romana. O sucesso deste romance, especialmente entre os jovens, teria levado ao início da tradição, que continua apesar das multas e restrições de diversos municípios espalhados pelo mundo.

Plano barato: Dicas para viajar sem abrir mão da aventura