mulher

Sthefany Brito percebeu que evitava olhar no espelho a barriga que amou na gravidez

Mãe de primeira viagem, Sthefany Brito já falou algumas vezes sobre o seu corpo pós-parto e a pressão que sentiu em voltar ao peso de antes da gravidez. No entanto, na última quinta-feira (29), ela fez questão de mandar um recado às suas seguidoras.

Usando a ferramenta Stories do Instagram, ela falou sobre a comparação com outras mães e como isso pode ser prejudicial.

Sthefany Brito sobre o corpo pós-parto

Sthefany Brito aproveitou uma polêmica criada em cima de uma foto da influenciadora Virginia Fonseca para falar sobre corpo pós-parto e comparações. A influenciadora e mãe de Maria Alice foi criticada por mostrar o corpo sarado dois meses após a chegada de sua filha, mas para a atriz a questão deve ser tratada individualmente por cada mulher.

"Falo por experiência própria... Eu sempre tive certeza de que voltaria ao meu peso de antes da gestação rapidinho, ouvi muito que amamentar 'secava' e fiquei paranoica quando vi que a (minha) realidade não era essa", explicou após reforçar que talvez a própria Virginia não tenha consciência da dificuldade para a maioria das mães.

Ao se comparar com outras mães, Sthefany então passou a pensar o que estava errado com ela. "Depois de muito tempo, eu percebi o que estava fazendo errado. Estava querendo que um corpo que levou nove meses gerando uma vida, crescendo e cedendo espaço para a coisinha mais importante desse universo, de repente voltasse para a estaca zero e fosse base para minha autoestima (que nem existia no meu pós-parto!)".

A atriz lembrou que antes de ter essa consciência chegou a evitar se olhar no espelho e vivia tentando esconder a barriga que na gestação havia sido tão idolatrada.

Ela falou ainda que aceitou não se sentir bem o tempo todo, mas que aprendeu, principalmente, a ter empatia consigo mesma. "E tá tudo bem meu filho com oito meses e minha barriga parecer de quando eu estava grávida de quatro (meses)".

Sthefany reforçou que uma das maiores pegadinhas da maternidade é a comparação, mas que a maneira como as pessoas comentam também atrapalha. "O julgamento da internet é gigante (e cruel na maioria das vezes), se ainda está acima do peso".

"O orgulho da barriga chapada em tão pouco tempo é resultado da pressão horrorosa e cruel que nós, mulheres, carregamos a vida inteira. Que tenhamos empatia com nossos corpos tão poderosos e resilientes... E entender que a comparação é perigosa demais (...) A maioria das mulheres tá passando pela mesma situação que a gente", concluiu.

Corpo pós-parto