mulher

7 frases que podem prejudicar seriamente a autoestima de uma criança

mae bronca filho 1218 1400x800
KieferPix/Shutterstock

Autoestima é a avaliação subjetiva e emocional que uma pessoa faz sobre seu próprio valor. É um sentimento que nos incentiva a experimentar coisas novas e a acreditar em nossas próprias capacidades.

Na infância, a autoestima preservada é fundamental para o bom desenvolvimento da personalidade, ajudando a criança a ter confiança e experimentar um crescimento socioemocional saudável, afirma a Organização Kids Health.

mae pai filho 0419 1400x800
4 PM production/Shutterstock

Mesmo sem querer, os pais podem cometer erros que afetam a autoestima dos filhos e, em casos mais graves, o problema pode resultar em mau comportamento, depressão, distúrbios alimentares e baixo desempenho escolar. Conheça 7 frases que podem afetar seriamente a saúde mental e emocional do seu filho e que você deve evitar:

Frases que prejudicam a autoestima da criança

nino triste abrazando su osito 0
Paul Biryukov vía Shutterstock

1. "Cale a boca e não fale bobagem"

É um erro esperar que seu filho reaja às mais variadas situações com a mesma maturidade de um adulto. Segundo Theodore Shapiro, renomado psiquiatra infantil, as crianças começam a ter o chamado bom senso apenas a partir dos 7 anos de idade.

Com o passar dos anos, seu filho vai formar opiniões mais estruturadas e assertivas. Por enquanto, você deve ser paciente e evitar subestimá-lo.

madre e hijp 0
Rus Limon

2. "É melhor eu fazer isso. Você não sabe"

Ensinar seu filho a ser independente é uma lição que o acompanhará pelo resto da vida. Deixar a criança fazer sozinha a lição de casa ou tarefas simples do dia a dia envia a mensagem de que ela é, sim, capaz.

Assim, quando você estiver ausente, ela se sentirá segura e terá confiança para, pelo menos, tentar. Trabalhar a autonomia da criança ajudará na formação do pensamento crítico e na criação de um um adulto resiliente, diz estudo da Universidade de Michigan.

nina eligiendo verdura
PV productions/Shutterstock

3. "Você está ridículo com essa roupa"

Sob nenhuma circunstância você deve julgar ou criticar as preferências de uma criança. Desqualificar a aparência e os gostos do seu filho pode fazer com que ele também se torne intolerante com as pessoas ao redor.

Em vez disso, aprenda a respeitar seus gostos e mostre a importância de ouvir e aceitar outros pontos da vida. Esse aprendizado é essencial para que ele interaja com sucesso com os outros pequenos, explica o DCMP Learning Center.

pai adolescente menino 1220 1400x800
Stock Rocket/shutterstock

4. "Isso é tão fácil! Não acredito que você não consegue"

Todos nós temos diferentes habilidades, pontos fortes e limitações. Embora determinada tarefa possa parecer a mais simples do mundo para você, é possível que seu filho pense o contrário.

Seja paciente e explique cuidadosamente o que você precisa. Tire todas as suas dúvidas e evite repreendê-lo se ele não se sair bem na primeira tentativa.

madre hija tareas 0
Yuganov Konstantin vía Shutterstock

5. "Você não faz nada certo"

Repetir esta frase constantemente fará seu filho acreditar que é verdade. Além de ferir seus sentimentos, você lhe dará a falsa impressão de que ele é incapaz de realizar qualquer atividade.

Incentive-o a experimentar e ensine-o que não há nada a temer. Dessa forma, você aumentará sua perseverança e autoestima, argumenta a professora Carol Dweck, da Universidade de Stanford.

crianca lendo mae 0520 1400x800
Monkey Business Images/Shutterstock

6. "Você vê como me deixa irritado(a)?"

O site especializado em educação infantil Parenting explica que a chantagem emocional faz com que as crianças se tornem inflexíveis e dependentes. Eventualmente, elas irão repetir esse padrão em seus relacionamentos e pensar que não há problema em manipular as pessoas.

Explique que ninguém pode influenciar suas decisões e que seu filho é totalmente capaz de escolher o melhor para o próprio futuro.

cancer de mama madres1
Yuganov Konstantin/shutterstock

7. "Eu queria que você fosse como seu irmão"

Comentários como "seu irmão é mais inteligente" ou "você deve ser tão talentoso quanto ele" afetam seriamente os sentimentos da criança. Isso faz com que ela se sinta inferior e transforme seus relacionamentos em eternas competições.

Especialistas em educação afirmam que os pais devem sempre focar nos aspectos positivos e fortes de cada um de seus filhos, ao invés de fazer comparações.

no deberias decirle a tus hijos 0
PeopleImages/iStock

Educação infantil

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Carolina Lomas.