mulher

Carol Dias emociona com relato de parto humanizado: "Veio direto pro meu colo"

filha kaka carol dias maternidade 1020 1400x800
Leo Franco / AgNews

Carol Dias e Kaká deram as boas-vindas à pequena Esther, primeira filha da modelo e do ex-jogador juntos, na madrugada do dia 8 de outubro, em São Paulo.

Já acomodados em casa com a herdeira, a mamãe decidiu abrir o álbum de fotos da maternidade e dividir com os internautas o seu relato de parto normal. Veja detalhes:

Relato de parto de Carol Dias

Em seu perfil no Instagram, a mamãe publicou uma série de imagens que registraram o seu trabalho de parto. O papai acompanhou tudo de pertinho e deu bastante força à amada, dos exercícios na bola para estimular o parto aos momentos relaxantes na banheira.

Carol publicou o seu relato de parto em uma galeria no feed do Instagram, e o iniciou dizendo que no dia anterior ao nascimento de Esther acordou motivada e já sentia que o grande momento estava prestes a chegar.

"Caminhei e fiz acupuntura na parte da manhã. Ao meio dia encontrei com a Li, minha obstetra, eu estava com 2 cm de dilatação e ela fez uma leve massagem com óleo essencial na minha barriga. Voltei pra casa dirigindo e continuava me sentindo superbem, almocei e depois andei pela casa. Comecei a sentir uma dor diferente. Falei com a Li outra vez e já era contração mesmo", diz.

A esposa de Kaká relatou que a intensidade e a frequência das contrações foram aumentando ao longo da tarde, ela passou grande parto do trabalho de parto em sua casa, e as massagens na região da lombar e o banho de banheira foram seus grandes aliados para amenizar as dores.

Carol contou ainda que o marido e sua mãe estiveram presentes o tempo todo, e mesmo em meio às dores ela se sentia muito forte.

A modelo afirmou que às 22h do dia 7 de outubro ela estava com 5 cm de dilatação e decidiram partir para a maternidade.

"Quando chegamos à maternidade eu sentia muita dor e já estava com 6 para 7 cm de dilatação, e quando entrei na sala de parto o anestesista já estava preparando a analgesia", afirma.

Carol revelou que chegou a ter dúvidas se queria recorrer à analgesia, mas acabou aceitando encorajada por sua enfermeira e disse que isso foi fundamental para que ela relaxasse e seguisse com o parto.

"Quando começou a fazer o efeito eu me senti no céu. As contrações vinham, mas a dor era muito menor. Relaxei tanto que consegui tirar um leve cochilo. Quando despertei já sentia um pouco mais de dor e comecei a agachar e andar pelo quarto com a ajuda do Kaká que já estava nitidamente bem cansado. Meia noite minha bolsa estourou e a ansiedade começou a bater, estava com 8 cm de dilatação", conta.

Às 2h00 do dia 8 de outubro a modelo atingiu a dilatação total, e na sequência do texto ela já relatou a sua experiência no exato momento do nascimento de Esther.

"Fui para a banqueta e ali começamos a ver minha rainha coroando, eu já sentia a cabecinha dela. Meu corpo estava exusto, comecei a repetir que não ia conseguir, Kaká me abraçava por trás e repetia que eu ia conseguir, toda equipe estava na torcida. Essa foi a parte mais inexplicável pra mim, eu sentia meu corpo desfalecer, sentia que ia desmaiar a qualquer momento, mas no minuto seguinte eu fazia mais uma força, e mais uma, e depois outra...", diz.

Esther nasceu às 3h43 e Carol teve um lindo parto normal e humanizado.

"Veio direto pro meu colo, não chorou e fixou o olhar em mim e no papai. E ali ficou olhando para nós dois como se já nos conhecesse. Ficamos ali abraçados, os três, o papai cortou o cordão e continuamos ali por mais um tempo. Essa é a cena que sempre vou guardar e que me faz chorar sem parar! O momento mais emocionante da minha vida! Sempre que olho pro rostinho dela eu agradeço a Deus pela bênção de gerar e poder cuidar da minha filha", finaliza.

Relatos de parto