mulher

Claudia Raia fala sobre vontade de ser mãe após os 50: "Congelei alguns óvulos"

Claudia Raia foi uma das convidadas para participar do "Cada um no seu Banheiro", um bate-papo promovido por Sabrina Sato para debater assuntos mais íntimos com as celebridades.

Durante a conversa, a atriz falou sobre o desejo de ser mãe após os 50 anos e sobre como envelhecer ainda é um estigma para as mulheres. Confira:

Claudia Raia e a vida após os 50

Claudia e Sabrina passaram por vários assuntos até abordarem os ciclos e alterações hormonais das mulheres. Na menopausa, a atriz de 53 anos afirmou que o assunto ainda é um tabu e pouco falado pelas celebridades nas mídias, como se fosse algo que precisasse ser escondido.

Na sequência, ela falou como a mulher tende a ser oprimida ao atingir certa idade, como se a vida tivesse acabado para ela.

“Quando você chega nos 45 te jogam em um buraco negro e dizem assim: 'Chega, pra você acabou. Você não procria mais, acabou a sua carreira, seus filhos estão crescidos, chega'. Eu estou no momento mais fértil da minha vida, eu estou no momento mais criativo da minha vida, como que acabou para mim? (…) Por que uma pessoa de 50 e poucos anos tem que ser só avó, se ela quer ser mãe? Se ela tem um novo casamento? Então pode tudo que você quiser”, afirmou Claudia.

Maternidade aos 50 anos

Questionada por Sabrina sobre o desejo de ser mãe novamente ou avó, Claudia Raia afirmou que tem vontade de ter outro filho. Ela recorreu ao congelamento de óvulos e disse que seu marido, o também ator Jarbas Homem de Mello, sempre desejou ter um herdeiro com ela.

“Eu quero ser mãe primeiro, depois quero ser avó (…) Tinha uns óvulos que sobraram ali, eu guardei, congelei, vamos ver (…) Eu seria mãe de dez filhos, eu amo ser mãe”, conta a atriz que é mãe de Enzo e Sophia, de 23 e 17 anos, frutos de seu antigo casamento com Edson Celulari.

Ainda sobre a relação das mulheres com o envelhecimento, Claudia disse que se sente muito jovem, pois a jovialidade é um estado de espírito, e que somada à experiência conquistada com a idade proporciona uma vida ainda melhor.

"Eu quero me jogar, mas com a expeirência dos meus 53 anos. Então isso fica tão legal quando você chega nessa idade, agora eu consigo fazer tudo isso controlado, consigo controlar a minha ansiedade, consigo ouvir mais do que falar, eu não preciso o tempo todo imprimir a minha ideia. Tem coisas que você vai aprendendo ao longo da vida e é tão legal, é tão mais calmo, tão mais pleno", afirma.

Por fim, a atriz comentou que até o sexo fica melhor com a idade, pois a mulher passa a expressar melhor a sua opinião sobre o que quer ou o que não quer.

“Eu não sei quem falou que com 50 anos a mulher fica seca, estranha. Não tem nada de estranho aqui. Porque a hora que você chega e diz pro teu homem o que você quer, como você quer, a que horas você quer, você ganhou a vida", diz.

Famosas e a maternidade