“Eu não era feliz por estar grávida do Davi”: Carol Dantas quebra tabu com fala honesta

View this post on Instagram

Obrigada por tudo Deus 🙌🏻

A post shared by Ca Dantas (@candantas) on

Carol Dantas quebrou tabus ao falar sobre maternidade. Prestes a ganhar seu segundo filho, a blogueira desabafou sobre o sentimentos que ser mãe lhe despertou ao esperar o primeiro herdeiro, Davi Lucca, e como a sensação é muito diferente da atual gestação.

Carol Dantas revela: não foi feliz na gravidez de Davi Lucca

Convidada por Ticiane Pinheiro para uma conversa sobre maternidade no canal da apresentadora no YouTube, Carol desabafou sobre a relação que mantém com o posto de ser mãe. Grávida do segundo filho, Valentim, fruto de seu relacionamento com Vinícius Martinez, Carol conversou de maneira bastante sincera sobre as experiências que teve com gestações.

Ao lembrar da gestação que gerou Davi Lucca, Carol explicou que a gravidez em questão não foi nada planejada entre ela e Neymar, o pai do menino.

“Com 17 não tem planos. Eu queria estudar, fazer outras coisas. Com 17 anos eu estava terminando o colegial, estava pensando em faculdade. Então, tive que dar uma pausa nesse estudo para ser mãe”, confessou Carol.

A gravidez de Davi, Carol ainda lembrou, não foi um momento tranquilo em sua vida. Primeiro pela descoberta inesperada e também pelo próprio momento do parto.

“A gravidez do Davi não foi tranquila até porque eu estava com uma cabeça... Era muita novidade. Eu descobri que estava grávida dele com 3 meses e meio, quase 4 - porque eu menstruava. Aí eu tive perda de líquido e ele nasceu de 34 para 35 semanas.”

Por todos os percalços que enfrentou ao longo da gestação de Davi, Carol lembra que o sentimento vivido por ela, naquele período, não foi o dos melhores. “Na gravidez do Davi, querendo ou não, eu estava triste. Não era feliz por estar grávida.”

Consequentemente, a blogueira lembra de não ter aproveitado a gestação em seu máximo - diferente do que acontece com a gravidez de Valentim.

“Não curti a minha barriga, eu não me amava grávida. Agora, eu me amo. Eu me olho no espelho, gosto de sair. Na gravidez do Davi eu não saía de casa, ia só para casa de tias. Porque todo mundo queria ficar vendo na rua, quem era eu, ficar me olhando.”

Apesar de todas as dificuldades de curtir a gravidez pelo contexto em que a gestação de Davi aconteceu, é notável que o menino e a mãe se dão muito bem hoje em dia. Carol explica sei engajamento com a maternidade como algo natural veio a ela após o nascimento do filho. E, claro, muita ajuda de pessoas queridas nessa jornada.

"Não foi nada fácil ser mãe aos 17 anos, mas a gente aprende. Quando o filho sai de dentro da gente, cria-se um instinto de mãe. Mas não é fácil, tive ajuda da minha mãe, da minha família."

Carol Dantas e Davi Lucca