Diabetes gestacional tem riscos para mãe e bebê: como manter o problema bem longe

manos en forma de corazon embarazo
nayladen vía Shutterstock

Condição potencialmente grave e temida pelas mulheres, o quadro de diabetes gestacional consiste, de acordo com especialistas do Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais (NIDDK), em níveis elevados de açúcar no sangue da gestante após a 20ª semana de gravidez.

A insulina é um hormônio que ajuda a glicose (açúcar no sangue) a viajar para todas as células do corpo onde é usada como energia. À medida que o bebê cresce, o corpo da mãe produz certos hormônios que influenciam a ação da insulina, fazendo com que o açúcar permaneça no sangue por mais tempo após cada refeição e, assim, o bebê tenha mais acesso a nutrientes do sangue.

shutterstock 1069258760 0
Ae Cherayut/Shutterstock

Esses hormônios bloqueiam a ação da insulina no corpo da mãe, o que gera resistência à insulina.

Um certo nível de resistência à insulina é normal no final da gravidez. No entanto, quando os níveis de glicose no sangue aumentam demais, é quando o diabetes gestacional é diagnosticado.

embarazo diabetes dieta
Mila Zen vía Shutterstock

Riscos do diabetes gestacional

Ao contrário de outros tipos de diabetes, o diabetes gestacional é temporário, uma vez que, quando a mãe dá à luz, os níveis de açúcar no sangue voltam ao normal.

No entanto, ter diabetes gestacional pode aumentar o risco de contrair diabetes tipo 2 nos 10 anos após a gravidez, e pode afetar a saúde do bebê e da mãe.

embarazo muestra de sangre
Zholobov Vadim/Shutterstock.com

Segundo o Centro Nacional de Excelência Tecnológica em Saúde do México, o diabetes gestacional eleva as chances de se ter um aborto ou natimorto - isto é, quando o bebê morre no útero durante a segunda metade da gravidez.

Além disso, pode levar o bebê a nascer prematuro, ter problemas respiratórios, pesar muito no nascimento e até mesmo aumentar a probabilidade de excesso de peso e diabetes tipo 2 à medida que ele cresce. No caso da mãe, o risco de desenvolver pré-eclâmpsia aumenta.

embarazo doctor estetoscopio pruebas 2
wavebreakmedia/Shutterstock.com

Como evitar diabetes gestacional?

Embora a causa exata do diabetes gestacional não seja conhecida, os fatores de risco que aumentam as chances de a mãe desenvolver esse tipo de diabetes são sobrepeso e obesidade, além de diabetes gestacional em uma gravidez anterior.

Portanto, a melhor maneira de reduzir o risco de diabetes gestacional é manter-se saudável e preparar o corpo para a gravidez.

bebe incubadora mano
Susan Schmitz/Shutterstock

Se você está planejando engravidar, é melhor manter uma vida saudável, com exercícios regulares e uma dieta equilibrada, rica em vegetais, frutas e grãos integrais.

Também é importante que você consulte seu ginecologista e lhe conte sobre seu interesse em engravidar para que ele saiba quais exames médicos serão mais relevantes para conhecer o estado do seu corpo.

Se você está com sobrepeso ou obesidade, consulte um especialista para lhe dar uma orientação nutricional relevante para que você possa ter o melhor peso para começar a gravidez. Além disso, uma vez grávida, é importante que você tenha um bom controle pré-natal.

medico paciente consulta
Branislav Nenin vía Shutterstock

Diabetes gestacional

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Raquel Ortiz.