mulher

Rafa Vitti compra mimo para a filha e rebate fã que chamou de "presente de menino"

Rafael Vitti e Tatá Werneck são só alegrias à espera de sua primeira filha e tem dividido com os fãs vários detalhes deste momento especial em suas vidas.

Recentemente, o ator publicou em seu perfil no Instagram uma foto de um presente que comprou antecipadamente para a filha, uma botinha do Batman, e apesar de se tratar apenas de um sapato infantil, o mimo gerou polêmica nos comentários da publicação, pois muitos internautas o apontaram como uma "coisa de menino".

Rafa, por sua vez, tomou a frente como "pai de menina" e respondeu a um destes seguidores que o criticaram com um texto sincero, que educa e quebra tabus em relação ao sexismo na educação infantil. Veja:

Presente de Rafael Vitti para a filha gera polêmica

Na publicação, Rafael provou que está muito ansioso para a chegada da filha e exibiu um presentinho que comprou para ela, uma galocha estampada com o super-herói Batman.

"Eu queria não ser um pai consumista, mas fica difícil quando a gente vê coisitas assim... levei a galochinha. Alguém também não se segura e acaba comprando mais coisas do que deveria? Se, sim, vocês realmente usaram o que foi comprado? Ficou esquecido?", diz o papai na legenda do clique.

Nos comentários do post, muitos fãs comentaram sobre suas experiências com os presentes que compraram para os filhos quando eles ainda não haviam nascido, e outros acabaram criticando o ator por ter comprado para a filha um sapato com uma temática considerada "de menino" pela sociedade: "Do Batman? Para uma baby girl? Como assim?", disse uma internauta.

De maneira didática, o papai de primeira viagem respondeu o comentário da seguidora afirmando que estes conceitos sexistas são criados pelos próprios adultos e acabam impactando negativamente a vida das crianças, as quais deveriam ser educadas para construírem um mundo sem desigualdade de gênero.

"Amor, super-heróis são para todos. Tatá, por exemplo, ama o Batman, eu gosto da Mulher-Maravilha... temos que parar com essa ideia de 'coisa de menino', 'coisa de menina'... isso limita as possibilidades. Já existem muitos estudos que falam sobre como esse tipo de pensamento prejudica no desenvolvimento das crianças. Às vezes uma menina tem muita aptidão pra futebol e poderia ser uma excelente jogadora, mas como ela vai poder desenvolver essa habilidade se futebol é 'coisa de menino'? Crianças são crianças, merecem um ambiente de liberdade e tolerância. Minha opinião", diz o ator.

Apesar da polêmica, outros internautas parabenizaram a atitude de Rafael de criar a filha sem sexismos e apoiaram a sua resposta à crítica: "Sua filhota vai amar... a minha é louca pelo Batman", revela uma fã. "Ué? Só meninos podem gostar do Batman? Eu amo o Batman e meu filho ama a Ladybug", comenta outra seguidora.

Filha de Rafael Vitti e Tatá Werneck