mulher

Em gestação ectópica feto pode se desenvolver até no fígado: entenda como acontece

utero gravidez ectopica 0419 1400x800
Nekrasova Anastasiya/Shutterstock

O útero é a parte do corpo feminino onde os embriões se desenvolvem durante a gravidez. Embora essa seja a principal função desse órgão, às vezes acontece de o feto crescer em outros lugares que não foram destinados à reprodução. Esta situação coloca a vida das mulheres em risco e é por isso que é importante saber quais são as gravidezes extra-uterinas.

Gravidez fora do útero

ultrasonido embarazo 0
Lighthunter vía Shutterstock

Gravidez ectópica ou extra-uterina são aquelas que ocorrem quando o óvulo é fixado fora do útero e, como indica a Associação de Obstetras e Ginecologistas, 90% dos casos ocorrem nas tubas uterinas. O que essa porcentagem também aponta é que existe a possibilidade de que isso aconteça em outras partes do corpo.

Um estudo de 2012 do Hospital Shenzhen da Universidade de Pequim relatou os detalhes de uma gravidez hepática ectópica. Uma mulher de 33 anos procurou o centro médico com dor abdominal intensa e um atraso de 49 dias do seu período menstrual, antes do qual ela teve 14 dias de sangramento constante.

Uma tomografia computadorizada mostrou uma sombra em seu fígado e uma ressonância magnética foi realizada para descobrir o que era. Foi descoberta a gravidez no fígado.

ilustracion higado fondo azul
Magic mine vía Shutterstock

Um caso semelhante ocorreu em 2017, também na China, com uma paciente de 31 anos que apresentou sintomas semelhantes. Esta pesquisa destacou a importância do uso de ultrassom e tomografia para identificar uma gravidez extra-uterina a tempo e evitar complicações e salvar a vida das mulheres.

Essa conclusão foi compartilhada por outro estudo científico de 2018, que enfatizou que ultrassom abdominais são fundamentais para descobrir esses fenômenos. Uma laparoscopia pode terminar uma gravidez ectópica com segurança durante o primeiro trimestre.

test de embarazo
Paul Velgos/istock/thinkstock

Esse mesmo trabalho indica que há apenas 39 casos registrados de gravidez no fígado no mundo, já que as gravidezes abdominais são muito raras. Por exemplo, em 2013, uma mulher africana de 33 anos conseguiu ter um bebê, embora a placenta tenha se desenvolvido em seus intestinos e perto da bexiga.

Gravidez ectópica: causas e sintomas

embarazo ectopico extrauterino diagrama
Crystal Eye Studio/Shutterstock.com

As causas de mais ou menos metade das mulheres com gravidez extra-uterina são desconhecidas. Existem alguns fatores que podem causar a condição, como cirurgias nas trompas ou na área abdominal, endometriose, algumas doenças sexualmente transmissíveis ou ter experimentado uma gravidez ectópica antes.

Mulheres com mais de 35 anos, com história de infertilidade, que foram submetidas à reprodução assistida, também parecem ter maior probabilidade de sofrer com o problema. Mas, como não há uma causa certa, o que é recomendado é não ignorar os sintomas.

Os sintomas, como explicado pela Mayo Clinic, são: dor pélvica ou abdominal grave, sangramento vaginal anormal e sensação de tontura. Gravidezes ectópicas também são positivas em testes de urina em casa.

Uma gravidez extra-uterina nas trompas pode separá-las e desencadear uma hemorragia interna extremamente perigosa, sendo cuidados emergenciais fundamentais neste caso. Estima-se que entre 11 e 20 nascimentos por 1.000 ocorrem ectopicamente em países desenvolvidos.

Gravidez fora do útero

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Lilian Pérez.