mulher

Shantal explica inchaço na região íntima 5 meses depois do parto após fãs perguntarem

View this post on Instagram

Sim, construímos uma família 😊

A post shared by Shantal Verdelho (@shantal) on

Celebrando os cinco meses do filho, Filippo, a digital influencer Shantal Verdelho publicou uma foto sua com o menino curtindo um dia de sol.

Por mais que o registro tenha sido fofo, chamou atenção do público a protuberância da região íntima sob o biquíni, o que fez a influenciadora se pronunciar sobre a questão.

Inchaço na região íntima: Shantal Abreu explica

Na foto de Shantal comemorando quinto mês de vida de Filippo, seu primeiro filho com Matheus Verdelho, a influencer apareceu trajando um biquíni.

Ao observarem o registro compartilhado por Shantal, fãs notaram que a parte de baixo do biquíni da influenciadora estava saliente.

View this post on Instagram

🐸inho

A post shared by Shantal Verdelho (@shantal) on

No espaço dedicado aos comentário da foto, alguns seguidores questionaram Shantal sobre o inchaço em sua região íntima. Respondendo às dúvidas dos fãs, a blogueira explicou que o volume deve-se às marcas do parto cesárea de Pippo.

“Não passa uma, ein? A região da minha [emoji de perereca] está inchada, é onde tem o corte da cesárea. Em cima e embaixo do corte está inchado, tipo dois pacotinhos”, explicou Shantal.

Além de questionarem o motivo do inchaço, algumas fãs sugeriram que ela não publicasse uma foto sua com a região íntima inchada, algo que ela também fez questão de responder.

“Por que eu deixaria de postar o que eu sou? Estou assim, não vou esconder só porque algumas pessoas não acham ‘bonito’. Essa p***** aí me deu a maior benção da minha vida, tenho orgulho e respeito a ela”, comentou a influencer.

Inchaço na cicatriz da cesárea

cicatriz cesarea barriga 0818 1400x868
Artem Furman/Shutterstock

Para a retirada do bebê por meio de uma cesárea, é feio um corte bem profundo e que atinge diferentes tecidos do corpo.

Isso implica um processo de cicatrização que, segundo explica a dermatologista Christiana Blattner, pode ser de diferentes tipos: as cicatrizes chamadas atróficas, bem finas; as hipertróficas, elevadas, que geram um endurecimento mais notável na pele, além de irregularidades e a aparência "inchada" da cicatriz; e as queloides, com dimensão maior que a lesão em si.

Não é raro que a região da cicatriz da cesárea fique inchada, e alguns fatores podem contribuir para isso. Assim, para evitar situações do tipo, alguns cuidados são necessários:

cicatriz cesarea queloide 1016 1400x800
WEERACHAT/Shutterstock

No caso das hipertróficas, é necessário que a mulher siga à risca os cuidados indicados para a cicatrização da cesárea, a fim de evitar inflamações e diminuir tensões locais.

Manter a cicatriz protegida por fita micropore, impedir a incidência solar, fazer a higienização e hidratação corretas, alimentar-se bem a fim de fornecer os nutrientes necessários para uma boa cicatrização e ficar de repouso para evitar tensão na região do corte são as principais orientações para uma boa cicatrização.

No caso das queloides, se a pessoa sabe que tem tendência a esse problema, o indicado é que ela faça, no local do pós-operatório, a betaterapia, um tipo de procedimento de irradiação de luz usado para prevenir a formação de queloides.

É comum, ainda, que o médico recomende a aplicação de géis à base de silicone para os pacientes passarem sobre a cicatriz, já que ele tem a função de hidratar o local e, consequentemente, melhorar a qualidade da cicatriz.

Remoção da cicatriz da cesárea

cicatriz cesarea 1218 1400x800
Troyan/Shutterstock

Nas situações em que o resultado da cicatriz fica incômodo para a mulher, ainda é possível removê-la.

Uma possibilidade é a realização de cirurgia plástica, mas também há opções como injeções de corticoide e compressão com placas de silicone na pele, que ajudam a hidratar o local e também funcionam como contenção da pele.

Cesárea: dúvidas