Agasalhar bebê mais do que o necessário pode colocá-lo em risco: entenda o que acontece

bebe agasalho calor 0519 1400x800
Mindscape studio/Shutterstock

Preocupados com a saúde dos filhos, especialmente nos primeiros meses de vida, os pais sempre acham que a criança está mal agasalhada e que precisa colocar uma touca, um cachecol ou um casaco a mais. Mas até que ponto isso faz sentido?

Na verdade, dentro de um lugar fechado, um bebê sente tanto frio ou calor quanto você. O que acontece é que, antes dos seis meses, o pequeno tem mais dificuldade para manter a temperatura corporal e lidar com mudanças bruscas de clima. Mas, se ele estiver muito agasalhado em um dia de sol, não significa que estará mais protegido. Pelo contrário.

Riscos de agasalhar demais o bebê

Quando uma pessoa adulta veste um casaco mesmo em um dia quente, logo começa a suar - é o recurso que o organismo utiliza para controlar a temperatura do corpo. Com os bebês, é a mesma coisa. Para eles, no entanto, o excesso de suor pode causar desidratação ou até irritações na pele.

crianca agasalho frio 0519 1400x800
Natalia Lebedinskaia/Shutterstock

É o que defende o pediatra e alergista Jairo Kono de Oliveira em texto publicado no Facebook: "Crianças não devem ficar empacotadas no calor. Tá quente pra você? Pra ela também. Com o frio é a mesma coisa. Evite o superaquecimento, principalmente nos bebezicos, pois isso faz com que eles desidratem rapidinho".

Bebês sentem mais frio?

De acordo com a pediatra Fabiola Peixoto, bebês têm o metabolismo duas vezes mais acelerado que os adultos e, por isso, não sentem mais frio do que nós - na verdade, a temperatura corporal deles é até mais elevada.

Já no caso dos recém-nascidos, que perdem calor com mais facilidade, a pediatra orienta que os pais se guiem pela própria sensação térmica e considerem que o bebê pode estar com um pouco mais de frio. Ainda assim, não é preciso exagerar.

Cuidados com crianças no inverno