Esta famosa fez o desabafo mais sincero possível sobre maternidade: "Estou falhando"

claire holt 0419 1400x800
Alberto E. Rodriguez / Staff/GettyImages

A atriz Claire Holt, australiana famosa por trabalhos como em séries como “The Vampire Diaries”, fez um desabafo bem sincero sobre o contraste que a expectativa da maternidade gera em muitas mulheres e o que ser mãe, de fato, é.

Atriz faz desabafo bem sincero sobre maternidade

Em março de 2019, Claire deu à luz seu primeiro filho. James chegou ao mundo em meio a uma enorme expectativa da atriz, que anteriormente havia sofrido um aborto espontâneo.

Desde o nascimento do menino, Claire vem falando sobre sua convivência com o filho e sobre a nova realidade de ser mãe no perfil que mantém no Instagram.

Foi na rede social refletiu sobre a maternidade e o contraste que a idealização da experiência é oferecida a mulheres e como a função é praticada, de fato, no dia a dia.

Para falar sobre o assunto, Claire publicou uma foto sua que reflete o quão exausta a atriz se encontrava pelas exigências que a maternidade pede. “Tive muitos momentos como esse desde que meu filho chegou”, relatou a atriz.

Claire também não escondeu, em seu texto no Instagram, o que tem sentido nos primeiros dias da maternidade e contou o que tem sido para ela ser mãe.

Segundo contou, sua preocupação no atual momento é garantir que todas as necessidades de James sejam atendidas. Porém, nem sempre Claire sente que se sai bem na missão. “Muitas vezes, sinto que estou falhando.”

Além de contar o quanto se dispõe a prover o melhor para o filho, Claire também falou que a maternidade tem sido, para ela, uma experiência que mescla felicidade e insegurança.

Para tentar atravessar um pouco desse misto de sentimentos, a atriz procura lembrar que é impossível ser perfeita o tempo todo. “Não posso ser tudo para todos. Tenho, apenas, que fazer o meu melhor e uma coisa de cada vez.”

E, claro, Claire lembrou o motivo principal que a faz seguir em frente nesta jornada: “Felizmente, esse carinha vale cada segundo de luta. Mamães por aí: me digam que não estou sozinha?”, finalizou.

Maternidade real