Thaeme revela tratamento que ajuda a conter escape de urina supercomum na gravidez

View this post on Instagram

Meninas, passando pra dar uma dica muito boa pra vocês, gravidinhas!!! Como vocês sabem, estou vivendo intensamente cada fase da gestação, e, finalmente, chegamos no último trimestre 🙏🏻❣️! Nada melhor do que coisas que vem pra acalmar o coração da gente, trazendo mais conhecimento e segurança nesse momento! A minha dica de hoje é um curso online super interessante que estou fazendo com a @DraGreiciSchroeder, obstetra de alto risco! Contei sobre o conteúdo lá no meu stories hoje! Estou amando! Além de tirar nossas dúvidas sobre diversos assuntos como pré natal, sinais de trabalho de parto, amamentação e MUITO mais, em vídeos curtos, claros e objetivos, ela oferece um grupo de apoio no WhatsApp para outras dúvidas! Parabéns pelo trabalho lindo @dragreicischroeder !

A post shared by Thaeme Mariôto (@thaeme) on

Thaeme Mariôto está grávida de sua primeira filha, Liz, da união com o empresário Fábio Elias e confessou que tem sofrido com incontinência urinária. Em seu canal no YouTube, onde compartilha experiências da gravidez, ela explicou que adotou a fisioterapia pélvica na gestação para resolver o problema.

Incontinência urinária na gravidez

Através de um vídeo em seu canal do YouTube, a futura mamãe armou um bate-papo com as fisioterapeutas Thalita Freitas e Alessandra Sonego, da Athali Fisioterapia, para falar sobre o problema comum entre as grávidas.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, as profissionais alertaram que o problema não afeta apenas mulheres que tiveram parto normal, mas é, na verdade, uma condição bastante comum entre as futuras mamães.

View this post on Instagram

Uma das canções que mais me ajudou há uns meses em um dos períodos mais delicados de minha vida... Ela é toda linda, vale MUITO a pena ouvir! #SempreEsteveAqui 🎼 “Até quando esteve em silêncio foi pra me ensinar E quando testou meus limites me fez avançar Tudo que permitiu foi para me moldar e me fortalecer E com Ele ao meu lado eu não tenho mais o que temer... Sempre esteve aqui Nunca me deixou sozinho Sempre esteve aqui Me ensinando a caminhar e a perder meus medos O segredo de eu não desistir É que Deus sempre esteve aqui Sempre esteve aqui Me levando quando eu não tinha mais forças Sempre esteve aqui Era Ele a razão que me fez insistir De dia, de noite, de madrugada DEUS sempre esteve aqui! 🎼 @cantorleandroborges

A post shared by Thaeme Mariôto (@thaeme) on

A própria artista confessou estar passando por episódios de escape de urina desde a 20ª semana de gestação e tem investido nesse tipo de fisioterapia para fortalecer toda a região do assoalho, visando trazer mais conforto e qualidade de vida para a gestante.

"Muitas mulheres falam que a incontinência urinária vem depois do parto normal, eu ainda nem passei pelo parto e já estou com incontinência urinária. E aí? É algo que vem da gestação já", afirma a cantora.

O útero aumenta gradativamente de tamanho durante os nove meses para receber o bebê, fazendo com que a bexiga fique apertada e com tamanho reduzido para o armazenamento da urina.

Essa compressão da bexiga vai se intensificando conforme o bebê cresce, assim, se a mulher tossir, fizer esforço ou espirrar, é comum que ela não consiga segurar a urina e que aconteça um escape.

Situações de estresse e as mudanças hormonais causadas durante a gravidez também podem ser fatores que facilitam o surgimento do problema.

barriga gravida ilustracao 1116 1400x700
NREY/Shutterstock

Fisioterapia pélvica na gravidez

A fisioterapia pélvica entra como um tratamento de prevenção e preparação para diversas questões comuns na gravidez além da incontinência urinária, fazendo com que o corpo fique fortalecido para passar pelas tantas alterações fisiológicas, musculares e articulares que acontecem durante as 40 semanas até o parto.

Também conhecida como Exercícios de Kegel, a técnica consiste em movimentos focados no fortalecimento e controle do assoalho pélvico, que é um conjunto de músculos localizado na base da pelve, que tem como objetivo controlar a bexiga, o ânus, o útero, a vagina e a uretra.

assoalho pelvico feminino 0117 1400x800
decade3d - anatomy online/Shutterstock

Os exercícios são indicados para todos que enfrentam problemas de incontinência urinária ou fecal, bexiga caída, melhoria da vida sexual e também têm um impacto bastante positivo na gravidez.

Isso porque a prática faz com que a mulher fortaleça os músculos pélvicos, ajudando a gestante a controlar melhor o peso extra da barriga, evitando dores nas costas, por exemplo.

Temos que lembrar que o parto normal é uma atividade física que exige uma preparação da mulher. Nesse momento, a fisioterapia pélvica também é benéfica para a futura mamãe, que é ensinada a fazer a força correta para descida do bebê, assim como o relaxamento após sua passagem.

gravida parto contracao 1018 1400x800
O_Lypa/Shutterstock

No pós-parto a técnica também promove um melhor bem-estar a mulher, auxiliando para que a recuperaçãoseja mais rápida, evitando questões como a bexiga caída, condição que é tecnicamente chamada de prolapso genital e caracterizada pela perda de sustentação do órgão, que sai do lugar correto.

Cuidados na gravidez