mulher

Se seu filho tiver diarreia com estes 3 sinais, é melhor levá-lo rápidamente à emergência

diarreia crianca 0219 1400x800
Sharomka/Shutterstock

Por mais que as crianças estejam sujeitas ao olhar atento dos pais, sempre há uma brecha para que o pequeno faça alguma travessura, como colocar coisas sujas na boca ou pegar alimentos com a mão suja.

Esses e outros comportamentos comuns na infância tornam algumas doenças mais fáceis de serem transmitidas entre os pequenos - algumas inofensivas, e outras que podem exigir muita atenção.

Diarreia é grave?

crianca banheiro 0119 1400x800
kwanchai.c/Shutterstock

Existem alguns motivos clínicos que podem levar à uma quadro de diarreia na infância, no entanto, se essa diarreia apresentar determinados sinais ela pode ser classificada como diarreia aguda, o que pode indicar que a criança está com uma condição grave causada pelo rotavírus. São eles:

  • Diarreia aquosa
  • Sem sinais de muco
  • Com sangramento

Rotavírus na infância

O que é?

Inimigo número um dos pais e mães, o Rotavirus é uma infecção grave que acomete com muita frequência crianças entre seis a dois anos de idade. A estimativa é que até os cinco anos todas as crianças terão pelo menos um episódio de infecção por Rotavirus e uma em cada 300 infectadas pode morrer devido às complicações.

Sintomas

fralda crianca 0119 1400x800
kwanchai.c/Shutterstock

Salvo os casos em que a condição é assintomática, geralmente quando os sintomas aparecem, os mais importantes são:

  • Diarreia aguda
  • Febre
  • Mal-estar
  • Coriza
  • Tosse
  • Desidratação

Transmissão

De acordo com o gastroenterologista Gerson Domingues, ss rotavírus são encontrados em alta concentração nas fezes de crianças infectadas e possuem vários meios de transmissão: pela via fecal-oral, por água e alimentos, pelo contato físico, por objetos contaminados e, provavelmente, também por secreções respiratórias.

Conforme o profissional, a excreção máxima do vírus acontece no terceiro ou no quarto dia após o aparecimento dos primeiros sintomas. No entanto, ele pode ser detectado nas fezes do paciente mesmo após a completa resolução da diarreia. Medidas de saneamento básico são fundamentais para prevenir a transmissão do vírus.

Diagnóstico

crianca doente 0119 1400x800
Ermolaev Alexander/Shutterstock

A melhor maneira de descobrir a infecção por rotavírus é por meio de exames laboratoriais específicos, para pesquisar a existência do vírus nas fezes do paciente. A amostra deve ser coletada nos primeiros quatro dias da infecção.

Tratamento

Ainda conforme domingues, não há terapêutica específica para combater o rotavírus, pois a doença é autolimitada. Para ele, o principal aspecto do tratamento é prevenir a desidratação e os distúrbios eletrolíticos causados pela diarreia intensa. Entretanto, ele ressalta que, dependendo da gravidade, pode ser necessária a internação hospitalar para hidratação e correção dos distúrbios eletrolíticos do paciente.

vacina crianca 0818 1400x800
Tatevosian Yana/Shutterstock

A vacina

A vacina contra o Rotavírus começou a ser usada, no Brasil, em 2006 e faz parte do calendário do Programa Nacional de Imunizações. Foram licenciadas duas formas de apresentação. A monovalente, que deve ser administrada por via oral em duas doses (aos dois e quatro meses) e a pentavalente, em três doses (aos dois, quatro e seis meses). O intervalo mínimo entre uma dose e outra é de 30 dias

Prevenção

  • Lave as mãos cuidadosamente e com frequência, especialmente depois de usar o banheiro e de trocar as fraldas das crianças, antes das refeições e quando for preparar os alimentos;
  • Lave bem e deixe mergulhados em solução desinfetante frutas e legumes que vão ser ingeridos crus;
  • Use água tratada para beber e no preparo dos alimentos;
  • Mantenha sempre bem limpos os utensílios de mesa e os que são usados na cozinha;
  • Lembre-se de que o soro caseiro e os produtos equivalentes contêm sais minerais importantes para reidratar o paciente não encontrados na água pura;
  • Procure o médico tão logo a criança apresente episódios de diarreia aguda.

Doença na infância