mulher

Ticiane Pinheiro diz como pretende dar à luz e faz revelação sobre o parto de Rafinha

Grávida de sua segunda filha, fruto de seu relacionamento com o jornalista Cesar Tralli, Ticiane Pinheiro é só alegrias e tem compartilhado nas redes sociais cada etapa deste momento especial.

Recentemente, ela respondeu algumas dúvidas de seus fãs sobre a gestação em seu canal no YouTube, e além de dizer como pretende dar à luz sua nova herdeira, também fez uma revelação sobre o parto de sua primeira filha. Veja:

Escolha do parto de Ticiane Pinheiro

Em resposta a uma fã, a apresentadora do "Hoje em Dia", da TV Record, disse que defende o parto normal e que pretende fazê-lo nesta segunda gestação, entretanto, afirma que, sem problema algum, recorreria a uma cesariana caso fosse necessário.

"Eu acho muito legal o parto normal quando ele vem e é para ser, a bolsa estourou e você vê que o bebê quer nascer. Agora, forçar o parto normal eu sou contra. Acho que ficar muitas horas tentando, eu não gostaria de ter essa sensação porque eu acho que vai contra a natureza. Eu vou, sim, tentar o parto normal, espero que ela queira sair naturalmente, se não, vou fazer a cesárea sem nenhum problema, como eu tive a Rafa, que foi bem tranquilo", diz Ticiane.

Circular de cordão umbilical exige cesariana?

Ticiane revelou que, em sua primeira gestação, Rafinha estava com o cordão umbilical enrolado no pescoço, e nestas circunstâncias seu primeiro parto foi uma cesariana.

A circular de cordão, como também é conhecida, acontece devido ao movimento natural que o bebê faz dentro da barriga, pode ser descoberto através de ultrassonografias de rotina e, de acordo com a obstetra Dra. Rita Sanchez, líder do Projeto Parto Adequado do Hospital Israelita Albert Einstein, ela atinge cerca de 30% das gestações.

Apesar de parecer um quadro muito perigoso, para o Dr. Sérgio Floriano de Toledo, da Sociedade Brasileira de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP), na maioria dos casos esta situação não oferece riscos e nem sempre impede o parto natural ou normal, somente nos casos em que há compressão do cordão ou que apresente cordão curto.

Assista ao vídeo de Ticiane Pinheiro:

Gravidez de Ticiane Pinheiro