mulher

Finger feeding: vídeo de famoso mostra bem essa técnica importante da paternidade ativa

View this post on Instagram

Sim, construímos uma família 😊

A post shared by Shantal Verdelho (@shantal) on

Shantal Abreu e Mateus Verdelho estão em êxtase com a chegada do primeiro herdeiro, Filippo. O casal tem compartilhado um pouco da nova rotina com o pequeno e mostrado uma cumplicidade linda na criação do filho.

Recentemente, a mamãe de primeira viagem compartilhou mais um momento no qual Mateus prova quebrar o estereótipo de que a mulher deve assumir o papel de cuidadora do bebê nessa fase do puerpério e mostra ser um pai presente - o que é muito importante na criação dos filhos. Veja:

Mateus Verdelho amamenta o filho

A amamentação é um momento visto como exclusivo entre mãe e filho. Apesar de ser verdade que somente a mulher tem a capacidade de produzir o leite e alimentar o bebê, Mateus e Shantal mostraram ser possível que o homem vivencie um pouco dessa experiência de uma maneira bem próxima da real, caso ele queira exercer a paternidade ativa.

A influencer postou um vídeo em seu Instagram no qual o marido aparece "amamentando" o filho através da técnica conhecida como finger feeding.

"Hoje foi um dos dias mais emocionantes da nossa vida como casal. @mateusverdelhomv sempre quis muito amamentar nosso filho, falava isso desde antes de eu engravidar", escreveu na legenda.

Em seguida, Shantal conta como o companheiro realizou a experiência, que aproxima-se bem da sensação do aleitamento materno.

"Hoje ele pode ter essa experiência, o Filippo mamou no Mateus, podendo sentir exatamente na pele, o que eu sinto, o movimento da boquinha, da língua, a sensação deliciosa de estar alimentando seu filho, com o leite da sua esposa, além de liberar vários hormônios deliciosos com isso. Foi lindo", finalizou.

Finger feeding

O finger feeding, ou "amamentação por dedo", traduzindo para o português, é nada mais é do que a técnica sonda-dedo e auxilia mulheres a garantirem o consumo do leite materno pelos pequenos em momentos nos quais ela não pode oferecer o peito para a amamentação, por machucados, problemas de saúde e outros.

Também em casos nos quais os bebês acabam por ficarem órfãos de mãe, por exemplo, e precisam recorrer a um banco de leite, sendo uma maneira linda de criar laços entre pai e filho.

Assim, os pequenos podem contar com um desenvolvimento de seus reflexos orais, sucção e coordenação através de um método não-artificial.

mae amamentando finger 0119 1400x862
Por Rohappy/ShutterStock

A sonda-dedo também é válida entre os casais que buscam exercer uma paternidade mais ativa e querem que o homem também vivencie o momento do aleitamento e auxiliem às mulheres nesse período muitas vezes exaustivo.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda que o recém-nascido receba como único alimento o leite materno, por isso, as mulheres que são impossibilitadas de realizar a amamentação através dos seios podem ver na técnica uma alternativa à sucção de mamadeira - que é considerada prejudicial por conta da possível confusão de bicos que o bebê possa vir a fazer e, assim, acabar rejeitando o peito da mãe.

Inicialmente, a finger feeding tinha indicação apenas em casos em que os bebês precisavam ficar internados na UTI neonatal e era vista como meio de estimular a sucção e deglutição. Além de ajudar na coordenação com a respiração, especialmente em bebês neurológicos e prematuros, para os casos em que as funções orais eram realmente comprometidas.

finger feeding bebe 0119 1400x933
Por vichie81/ShutterStock

Hoje, muitas vezes os recém-nascidos sem nenhum quadro clínico são submetidos ao procedimento, que não influencia como o uso de bicos artificiais no processo de aprendizado dele de sucção do peito e é uma opção também para os processos de translactação e o uso do copo.

Entretanto, é importante lembrar que a amamentação através dos seios da mulher deve ser a primeira opção, caso a mulher tenha total condição de oferecer o peito ao recém-nascido.

Como é feito a amamentação por dedo?

De acordo com a cartilha dos hospitais de Oxford, na Inglaterra, o volume de leite administrado é bem pequeno, e antes do casal optar por tentar a técnica, é importante que um profissional seja procurado para avaliar quais as possíveis alternativas e orientar como o procedimento deve ser realizado.

Basicamente uma sonda é acoplada ao dedo da mãe - no caso do casal, Mateus quis vivenciar a experiência - a outra ponta está em um frasco com o leite materno.

enfermeira mostra finger feeding 0119 1400x931
Por Bork/ShutterStock

O dedo é oferecido ao bebê que irá iniciar a sucção e deve ser acompanhado de um profissional, que precisa orientar em relação a postura do bebê, assim como guiar o passo a passo para a retirada segura da técnica quando aplicada com frequência, evitando assim que o recém-nascido venha a rejeitar o peito da mãe.

Dicas de amamentação