mulher

"Coceira infinita" que famosa sentiu é comum e indica: algo pode ocorrer no corpo da grávida

Prestes a entrar no oitavo mês de gestação, a blogueira Mariana Sampaio está experimentando alguns sintomas curiosos da gravidez. Usando a ferramenta Stories do Instagram, a influencer publicou um vídeo mostrando que está com coceira na barriga e, apesar de isso ser algo bastante frequente em grávidas, é um sintoma que as pessoas muitas vezes interpretam de maneira errada.

Entre os diversos mitos que cercam a gravidez, um deles tem relação com essa coceira relatada pela blogueira. Na internet, não é preciso pesquisar muito para encontrar mulheres aflitas com a ideia de que coçar a barriga ao sentir essa sensação pode ser responsável pelo surgimento de estrias na região após o nascimento do bebê, mas isso não é bem verdade.

Coceira na barriga dá estrias?

Conforme explica a dermatologista Cíntia Guedes, a coceira na barriga durante a gravidez ocorre por um motivo bastante simples: o crescimento do bebê. Conforme a criança se desenvolve, a barriga cresce e isso faz com que a pele tenha de acompanhar o processo, esticando e provocando esse sintoma.

“A pele tem que se esticar muito durante a gestação e, além disso, devido às alterações hormonais, a pele tende a ficar mais seca, o que piora a coceira”, afirma a especialista.

barriga gravida coceira 1218 1400x800
srisakorn wonglakorn/Shutterstock

Segundo a médica, os risquinhos brancos contra os quais muitas pessoas lutam aparecem quando a pele tem de se esticar demais. “Quando a pele estica excessivamente ocorre a ruptura das fibras elásticas e um desarranjo das fibras colágenas”, afirma ela.

Assim como ocorre na adolescência – em que as pessoas crescem rapidamente – e em momentos de ganho ou perda rápida de peso, a gravidez é uma situação que favorece muito o surgimento de estrias.

estrias barriga gravida 1218 1400x800
baipooh/Shutterstock

Como tanto as marquinhas quanto a coceira são bem comuns para mulheres grávidas, é natural as pessoas imaginarem que essa sensação causa as marquinhas, mas, conforme explica Cíntia, isso não é verdade. O que acontece é que, já que a coceira é consequência do estiramento da pele, ela pode ser um "sinal" de que as estrias vêm por aí.

Aliviar a coceira e prevenir as estrias é possível

Assim como disse Cíntia, a pele da grávida tende a ficar mais seca devido a alterações hormonais comuns da gestação, então a hidratação do corpo é algo essencial tanto para combater a coceira quanto para prevenir o surgimento das estrias.

barriga gravida hidratante 1218 1400x800
GOLFX/Shutterstock

“A hidratação é fundamental e é importante usar hidratantes nas áreas que sofrem mais estiramento, como o abdômen, coxas, quadris e mamas”, explica a dermatologista, alertando que convém recorrer ao médico sobre qual creme usar, já que grávidas devem evitar produtos com certas substâncias (como a ureia) na composição.

Mas não é só com a hidratação externa que se pode prevenir as estrias e sanar a coceira; segundo a médica, além de usar cremes na pele, é essencial manter uma ingestão saudável de líquidos. Ela afirma também que é interessante manter uma alimentação balanceada durante a gravidez para não ganhar mais peso que o necessário.

gravida hidratacao 1218 1400x800
haveseen/Shutterstock

Ainda assim, a dermatologista afirma que estrias são realmente algo mais comum de aparecer em mulheres, então é importante lembrar que, além de elas não serem motivo de vergonha, as mulheres não precisam tratar a prevenção das marquinhas como uma prioridade durante a gravidez (e nem se sentir obrigadas a fazer procedimentos estéticos para removê-las depois).

Coceira em outras partes do corpo: é preciso investigar

É preciso lembrar, porém, que, enquanto a coceira nessa região é normal, senti-la de maneira intensa no corpo todo – especialmente nas palmas das mãos e nos pés – pode ser um indicativo de uma doença chamada colestase gravídica.

Quando ocorre, esse problema costuma se manifestar nas últimas dez semanas da gestação e, segundo o ginecologista e obstetra Domingos Mantelli, é causado pela má liberação da bile armazenada na vesícula, algo que faz a substância ficar acumulada no sangue.

coceira maos 1218 1400x800
leungchopan/Shutterstock

Sendo assim, caso a coceira ocorra em mais partes do corpo, é importante buscar auxílio médico para avaliar a situação e eventualmente encaminhar a gestante para um tratamento adequado.

Curiosidades da gravidez