Pai (e pediatra) diz jeitos incríveis de ajudar seu filho a ser confiante e independente

menina chuva 1218 1400x800
A3pfamily/Shutterstock

O desenvolvimento infantil envolve, entre outras coisas, a formação da personalidade de uma criança. Longe de ser algo que possa ser controlado pelos pais, a personalidade do pequeno vai se desmembrando em resposta às situações que ele vai experienciando durante seu crescimento. Ainda assim, conforme o pai e pediatra Dr. Thiago Caldi, existem maneiras de estimular a confiança e o senso de independência no seu filho.

Confiança e independência da criança

crianca com oculos 1118 1400x800
Sharomka/shutterstock

O psicopedagoga Thais Basile compartilhou em sua página um série de dicas que ajudam a estimular a confiança em crianças. Esse material foi replicado por Thiago, que afirma ser essencial desenvolver essa qualidade nos pequenos desde cedo, tanto para eles existirem no mundo de uma forma segura e sem dependência, tanto para que os pais possam respeitar o espaço do pequeno ao longo do seu crescimento.

10 maneiras de ajudar a criança a ter confiança

criancas comendo frutas 1118 1400x800
Evgeny Atamanenko/shutterstock

Se junte à brincadeira e deixe ela liderar

Deixar a criança liderar, além de equilibrar a relação de poder que se estabelece entre pais, mães e filhos naturalmente, incentiva o pequeno a desenvolver um senso de responsabilidade.

Pergunte a opinião e peça ajuda dela

Recorrer ao seu filho pequeno para pedir ajuda demonstra que a opinião dele conta para uma tomada de decisão, além de também incentivar o senso de responsabilidade - que está completamente relacionado com confiança.

criancas cozinha 1218 1400x800
Evgeny Atamanenko/Shutterstock

Dê tarefas apropriadas para a idade

Peça para seu filho te ajudar nas tarefas diárias, além de se sentir pertencente ele vai precisar exercer o cuidado e a atenção. É importante que sejam tarefas apropriadas para a idade para que não haja a frustração de não conseguir ajudar.

Mostre que seu amor é incondicional

Demonstrar afeto é uma das formas mais explícitas de mostrar ao pequeno o quanto você o ama. Sendo assim, independente de ele ter feito algo pontual ou não, sem motivo algum, abrace, elogie, brinque, expresse o seu amor por ele.

menina super heroi 1218 1400x800
AboutLife/Shutterstock

Trabalhe na sua própria confiança

As crianças se espelham muito nos pais e nas mães e por isso, para conseguir estimular a confiança no seu filho, você precisa desenvolver essa qualidade em você mesmo. Só assim mensagem e ação servirão como exemplo para os pequenos.

Deixe ela ouvir você falando bem dela para outras pessoas

Elogiar a criança para outras pessoas e deixá-la ouvir é uma maneira muito eficiente de fazer com que ela se sinta confiante e valorizada.

Não a compare com outras crianças

Cada criança é uma criança e, por isso, não devem estar em pé de comparação. A comparação gera o efeito contrário ao que buscamos, é justamente na comparação que reside a insegurança.

Pratique a autoavaliação positiva com ela

A autoavaliação positiva consiste em fazer a criança falar quais pontos ela mais gosta em si. É um exercício muito indicado pois permite que ela se reafirme e olhe para si mesma com cuidado e afeto.

criancas brincadeira 1218 1400x800
Robert Kneschke/Shutterstock

A encoraje a fazer atividades diferentes

Deixe que a criança explore as mais diversas atividades para que ela tenha um amplo repertório no qual ela pode recorrer na hora de escolher o que mais tem a ver com ela. Assim ela poderá tomar essa decisão com mais confiança e se desenvolver ainda mais dentro de uma atividade com a qual ela se identifica.

Ajude a trabalhar o medo de falhar

O medo de falhar é algo comum inclusive entre adultos, por isso a importância de já ir trabalhando isso na infância. Ajudar a trabalhar o medo de falhar é mostrar que às vezes as coisas não saem como imaginamos e que isso não quer dizer que não somos bons. É falar de aceitação e de valorizar o seu melhor, até mesmo quando o desfecho não é o que você esperava.

Personalidade da criança

  • Seu filho é o seu reflexo: crianças tendem a repetir comportamento dos pais
  • 4 comportamentos que toda criança tem a partir dos 6 anos
  • Filhos: educação x personalidade