mulher

Forma como Mayra Cardi segurou a filha gera polêmica enorme: bebê corre risco?

View this post on Instagram

❤️🍼🍀💗🐄👶🏻

A post shared by Mayra Cardi (@mayracardi) on

Desde o nascimento de Sophia – que ocorreu há cerca de um mês –, a coach Mayra Cardi vem compartilhando o dia a dia da pequena com os seguidores do Instagram, mas um vídeo recente em que ela aparece segurando a bebê no colo de maneira inusitada deixou muita gente alarmada.

Usando a ferramenta Stories, a ex-BBB filmou seu reflexo no espelho com a filha no colo e a cabecinha da nenê “pendurada”, escapando dos braços da mãe. A pose não parece algo confortável, mas Mayra fez outros vídeos dizendo que aquela é a “posição preferida” da filha.

Apesar disso, diversos seguidores se revoltaram e deixaram uma enxurrada de comentários sobre a situação tanto nas últimas fotos postadas pela coach quanto no Twitter. “Criança nenhuma gosta daquela posição, elas apenas não têm força o suficiente pra se manter numa posição correta e confortável”, disse uma internauta, cuja opinião é compartilhada por diversos outros usuários da rede social.

Diante das críticas, Mayra decidiu responder uma seguidora. “Amiga obrigada pela preocupação mas minha filha é durinha, vira com a maior facilidade, ela não está pendurada ela faz isso porque ama olhar as coisas”, disse. Porém, especialistas alertam para riscos de manter a cabeça do bebê “solta” dessa forma.

View this post on Instagram

20 dias depois de passar por uma cesariana com complicações, com algumas idas e vindas ao hospital, por me dedicar 100% a minha bebê, sem babá, por opção nossa. Levantando de maneira errada da cama e todas essas coisas que mamães acabam fazendo por instinto. Outro dia estava trocando de roupa e meu marido se assustou dizendo: “Gente sumiu sua barriga toda”’ Me perguntam o que eu fiz para perder a barriga... Eu tenho comido MUITO, MUITO MESMO! Vocês que me acompanham veem o quanto de leite eu tenho, pareço uma fábrica exatamente por comer muito e bem. Afinal, para ter leite é preciso se alimentar bem. Comer muito não engorda. Ser saudável é comer bem. Não tem haver com comer pouco. Então o que eu fiz?? Me alimentei muito bem na gestação, minha bebê nasceu com 3.250 kg, bem, cheia de saúde e agora ela ganha peso cada dia mais, pois se alimenta muito bem de amamentação exclusiva. Devo esse cuidado comigo e com @sophiacardiaguiar ao @secavocerenove que acompanha nosso dia a dia cuidando do nosso corpo e da nossa alma... Obrigada! ❤ #posparto #20diasposparto #saudemental #saude #amor

A post shared by Mayra Cardi (@mayracardi) on

Cabeça do bebê "pendurada": pode ou não?

Segundo Clay Brites, pediatra e neurologista infantil do Instituto NeuroSaber, pelo que mostra o vídeo, a bebê realmente não parece estar incomodada com a posição inusitada. Mas ele afirma que a recomendação para outras mães ainda é a de apostar em outras formas de segurar crianças muito pequenas.

O pediatra afirma que, além de crianças novinhas não terem força para erguer a cabeça ou tentar fazê-lo, a grande flexibilidade das articulações somada a uma posição inadequada pode acabar prejudicando a circulação sanguínea.

"Bebês muito pequenos, com menos de seis meses, precisam ser muito bem acomodados porque, por serem muito flexíveis, se você deixá-los numa posição, por exemplo, de cabeça para baixo ou deitado de cabeça arqueada para baixo, pode haver interrupção súbita de circulação e dor aguda", explica, ponderando que, em casos assim, o desconforto da criança normalmente é notável, marcado por choro e irritação.

“Não é uma posição realmente recomendada, então o ideal é manter a cabeça da criança numa posição horizontalizada”, explica o pediatra.

View this post on Instagram

1 semana pós parto e ela mama tudo que tem direito e mais um pouco. Afinal amamentação é MUITO importante e eu faço amamentação exclusiva, nesse inicio vivemos para nutrir o bebe quase que de hora em hora, Não existe nada melhor para voltar o tamanho do útero original do que amamentar. O corpo volta rapidinho no lugar, mas a fome vem dobrada também, e aí é muito importante saber escolher bem seus alimentos, porque o que você come, fará um leite nutritivo ou não. Alguns alimentos facilitam a vinda da cólica no bebê e aí sofre o bebe e sofre a mamãe, afinal que mãe gosta de ver seu bebê chorar de dor? Se alimentar bem é nosso dever para ter uma boa saúde, mais ainda para produção de um leite nutritivo. Preste atenção em suas escolhas, pois elas podem refletir não só em você, mas também nesse caso no seu maior amor! Nossa equipe do @secavocerenove é completa! Temos nutricionistas, psicólogos, educador físico, coaches, monitoras que trabalham PNL full time nos Grupos de apoio, entre outras dinâmicas necessárias para seu resultado por inteiro de corpo e alma. Temos todo cuidado com as mamães que amamentam! Cuide-se também! #posparto #umasemanaposparto #amor #saúde

A post shared by Mayra Cardi (@mayracardi) on

Além dos internautas que criticaram a coach, profissionais também comentaram na publicação pedindo que ela revisse a forma de carregar a nenê. Entre eles, a fisioterapeuta neonatal Marina Ganzert disse que, por mais que Sophia pareça estar “durinha”, essa posição não é indicada.

“Nessa posição no colo, ela tem que vencer a força da gravidade pra conseguir mexer a cabecinha e nessa idade não tem controle cervical pra isso ainda... Sabemos que boa parte do peso do bebê se concentra na cabeça, então é bem difícil pra eles mesmo”, disse ela.

View this post on Instagram

Voltando a velha rotina ❤️💪🏻🍀💗

A post shared by Mayra Cardi (@mayracardi) on

A profissional ainda citou que, como o bebê fica encolhido quando está no útero, o movimento contrário (com a cabeça pendendo para trás) não deve ser estimulado pois há riscos. “Também tem a questão do aumento demasiado do fluxo sanguíneo cerebral quando o bebê dessa idade está de cabeça para baixo, e isso pode trazer consequências”, afirmou.

Cuidados com bebês recém-nascidos