mulher

Motivo de saúde fez a blogueira Jade Seba não revelar 1ª gravidez até passar o risco

View this post on Instagram

portrait .

A post shared by JADE SEBA (@jadeseba) on

Jade Seba anunciou em suas redes sociais que está esperando o primeiro herdeiro, da união com o ator Bruno Guedes. A influencer, de 25 anos, resolveu compartilhar a novidade em uma foto com o teste de gravidez e um texto emocionante.

Em seu Stories do Instagram, ela dividiu mais alguns detalhes desse início de gestação e explicou o motivo de ter esperado 14 semanas para anunciar a novidade. Confira:

Gravidez de Jade Seba

No post, a atriz revela ter sido difícil segurar a ansiedade de contar a notícia. "Vocês não sabem o quanto foi difícil, parece que vou explodir de tanta emoção compartilhando com vocês (meu coração está a milhão!). Não compartilhar a notícia mais feliz (e importante) da minha vida estava me sufocando", escreveu na legenda.

Mais tarde, a futura mamãe falou um pouco mais sobre esse primeiro momento em seu Stories do Instagram.

Content temporarily unavailable: https://www.instagram.com/p/Bqm1q5hn0GM/

“No meu início [da gestação], a gente teve algumas surpresas, por isso não me manifestei. Eu estou de 14 semanas e, então, já estamos em uma fase que eu não tenho risco de aborto espontâneo. Quem já ficou grávida sabe que o aconselhado é esperar 13 semanas, que é quando você parte para o segundo trimestre. [...] Eu também tinha alguns detalhes que fizeram com que a minha médica, doutora Vivi Monteiro, pedisse que eu esperasse”, fala.

Os vídeos continuam e, logo em seguida, é revelado o motivo que fez com que o casal esperasse para anunciar a gestação. "Eu estava com um cisto bem grande e também com descolamento de placenta, por isso esperamos", finaliza.

A condição pela qual Jade passou também já foi enfrentada por outras famosas, como a apresentadora Eliana e Vera Viel.

View this post on Instagram

[LINK NA BIO]; Tem nenisss no forninho! AHHHHHHHHHHHHHHHH eu juro que não sei COMO consegui guardar essa notícia por tanto tempo. Vcs não sabem o quanto foi difícil, parece que vou explodir de tanta emoção compartilhando com vocês (meu coração ta a milhãooooooo!!) . Não compartilhar a notícia mais feliz (e importante) da minha vida tava me sufocando. Mas agora ME AGUENNNTEM pq temos muitos meses pra vcs me aturarem falando sobre isso. ESTAMOS GRÁVIDOS (kkk prometi pra mim que não ia escrever isso mas não me aguentei!), parece que a ficha ainda não caiu, mas a cada ultrasom é uma nova emoção! Quero compartilhar tudo e deixar vcs juntinhos comigo na fase mais especial de toda a minha vida. Estamos transbordando de amor e alegria. Obrigada @brunoguedes pelo presente mais especial que eu poderia receber nesse mundo. Meu maior sonho virando realidade. #nossopositivo #clearblue #maternidade#ad #gravidos #pregnant

A post shared by JADE SEBA (@jadeseba) on

Descolamento de placenta na gestação

Apesar de acontecer com mais frequência a partir da 20ª semana de gestação, diagnósticos como o da influencer realmente pedem uma atenção redobrada, principalmente no primeiro trimestre da gravidez, no qual o risco de aborto espontâneo é maior.

Nesse período, o que realmente acontece é um descolamento ovular, condição em que o saco gestacional - estrutura que que abriga o bebê até 12 semanas de gestação e depois se transforma na placenta - se descola da parede uterina.

mulher gravida medico 1118 1400x800
Africa Studio/shutterstock

A placenta é o órgão responsável por fornecer nutrientes e oxigênio ao bebê enquanto ele está sendo gestado. Deve permanecer fixada ao útero e só se descolar após o parto.

Quando tal descolamento acontece, pode afetar a troca gasosa e de nutrição entre mãe e bebê, o que pode causar um parto prematuro e, dependendo da gravidade, óbito fetal. Já para a mulher, os riscos envolvem um quadro agudo de anemia, hemorragia e até mesmo possibilidade de retirada do útero.

Entre os sintomas estão dores nas costas e abdômen e sangramentos - que, na maioria das vezes, são confundidos com menstruação pelas mulheres, principalmente as que estão no início da gestação.

dores costas cama 0916 1400x800
wavebreakmedia/Shutterstock

Como é o tratamento para descolamento de placenta?

De acordo com o ginecologista e obstetra Paulo Noronha, o problema pode se apresentar de duas maneiras. Quando o descolamento é agudo - no qual grande parte do órgão se solta, o sangramento não cessa e a vitalidade do feto é alterada - ou um descolamento moderado.

No primeiro caso, muitas vezes é necessária a realização de uma cesariana de emergência, já no chamado de “descolamento crônico”, as medidas visam a estabilidade do quadro para que o feto possa ficar o maior tempo possível dentro do útero da mãe se desenvolvendo.

gravida dormindo travesseiro 0918 1400x935
Por B-D-S Piotr Marcinski/ShutterStock

"A mulher é orientada a fazer repouso absoluto, diminuir o nível de estresse e usar uma medicações específicas para cessar as contrações e maturar o pulmão do bebê, a depender de cada caso", fala.

É importante ressaltar que a condição apresentada pela influencer, antes das 12 semanas de gestação, pode causar um aborto espontâneo em 50% dos casos.

Por isso, é imprescindível que a mulher faça um acompanhamento pré-natal, para que a condição seja detectada o mais rápido possível e o tratamento inicie o quanto antes, aumentando as chances de sucesso na gravidez.

ultrassom 4d gravida 101 1400x2100
Por Monkey Business Images/ShutterStock

Gravidez das famosas