NÃO é pé e mão; na verdade estes são os 3 sinais que dizem quando bebê está com frio

bebe frio agasalho 1018 1400x800
Kiselev Andrey Valerevich/Shutterstock

Uma das coisas mais difíceis de ser pai ou mãe de primeira viagem é entender os sinais que o bebê dá quando precisa de algo. O timbre e a intensidade do choro podem significar diferentes necessidades, da fome e cansaço ao desconforto com as cólicas, por exemplo.

Quando as mãos e pés do recém-nascido ficam geladinhas, os pais não têm dúvidas: ele está com frio! Parece óbvio, mas a pediatra Paula Arruda esclarece: as extremidades tendem a ficar mais frias mesmo e não são motivo para capotar o bebê em excesso.

Sinais de que o bebê está com frio

Fisiologicamente, os bebês ainda não têm a capacidade de regular a temperatura corporal como os adultos: os pequenos podem perder calor por meio de superfícies desprotegidas.

Mas isso não significa encher o pequeno com roupas pesadas, luvinhas e cobertores. A pediatra explica que a orientação é sempre colocar no pequeno uma peça a mais do que os pais estiverem usando. E reforça que o aquecimento excessivo pode causar irritabilidade além do aumento do risco de morte súbita.

mae maos bebe 10181 1400x800
Andrii Orlov/Shutterstock

Em seu perfil nas redes sociais, a médica fornece aos pais três sinais básicos para reconhecer quando o bebê realmente está com frio:

1. Tronco frio

Se a barriga ou peito do bebê estiverem geladinhos por baixo das roupas, ele realmente está com frio. A dica é colocar mais uma peça de roupa ou adotar um cobertor para aquecê-lo sem exagerar.

2. Cabeça fria

O mesmo acontece quando a cabeça está fria. Nestes casos, é preciso observar também o comportamento do pequeno: além da cabeça, ele pode se mostrar agitado sem motivo aparente e até mesmo quieto demais.

3. Lábios arroxeados

Os recém-nascidos costumam ter uma leve cianose quando estão com frio. Isso significa que a pele e mucosas, com a boca, por exemplo, tendem a ficar com uma coloração azulada ou roxinha. Neste caso, vale caprichar mais nas roupas quentes, especialmente em ambientes externos.

View this post on Instagram

Se tem uma coisa que angustia pais e mães mas, principalmente, avós nos primeiros meses de vida, são os tais pés e mãos gelados do bebê. . Para compensar as extremidades geladinhas e a idéia de que isso sinaliza que o bebê está passando frio, camadas e mais camadas de roupinhas acrescidas de luvinhas e cobertores são colocadas e o mesmo fica quase como um croquetinho no forno. . Mas será que extremidades frias realmente significam que o seu bebê está passando frio? Na verdade não! As extremidades tendem a ser mais frias mesmo e não são motivo para que você encapote seu bebê demais. . A orientação é sempre uma roupa a mais do que a que você estiver usando. . O aquecimento excessivo pode causar, além de irritabilidade, aumento do risco de morte súbita. . Alem disso, lembre-se que cobertores não são indicados na hora de colocar o bebê no berço e, o ideal, é vesti-lo com mais roupinha se a noite esfriar. . Quais sinais então eu devo encarar como frio? 👉🏻cabeça fria 👉🏻tronco frio 👉🏻lábios arroxeados . O bom e velho soluço nós já conversamos e sabemos agora que não é frio, mas sim imaturidade neurológica do seu bebê. . Opinião minha!!👀👆🏻👉🏻 deixe o máximo de tempo seu bebê em casa sem luvinhas. O tato é uma das maneiras de seu filhote reconhecer o mundo, se reconhecer e te reconhecer....não o prive desta experiência. . Um beijo!!! Dra Paula Arruda. #mae #mamae #sermae #vidademae #amordamamae #maternidade #maternidadereal #maternidade #newborn #maedeprimeiraviagem #pai #papai #babyboy #babygirl

A post shared by Pediatra Na Web (@pediatranaweb) on

Entenda o comportamento do recém-nascido