mulher

Pediatra é CONTRA o uso de luvinhas em bebê e todos deveriam entender o motivo

bebe menina luvas 1018 1400x800
Natalia Kirichenko/Shutterstock

Quando o bebê nasce, os pais percebem que muitas vezes as mãos ficam bem frias. O recém-nascido também pode ter unhas compridas e afiadas que, acidentalmente, causam arranhões em diversas partes do corpo.

Nestes casos, as luvas parecem ser uma boa ideia para resolver estes problemas. Mas a pediatra Dra. Paula Arruda, do Pedriatranaweb, afirma que usar esse acessório pode prejudicar a saúde do bebê e até mesmo seu desenvolvimento,

Luvas são realmente necessárias para o bebê?

A médica explica que as extremidades do recém-nascido tendem mesmo a ficar mais frias. Por isso, não é motivo de preocupação para os pais – e nem uma desculpa para capotar o pequeno com camadas e camadas de roupas, luvinhas e cobertores.

“O aquecimento excessivo pode causar, além de irritabilidade, aumento do risco de morte súbita”, acredita Paula.

No caso das unhas, é preciso adotar uma rotina de cortar periodicamente para evitar arranhões, dispensando a necessidade de usar luvinhas.

luvas bebe menino 1018 1400x800
Marcin-linfernum/Shutterstock

Mãos livres para o bebê descobrir o mundo

No post publicado nas redes sociais, a pediatra ainda ressalta que é importante deixar o bebê o máximo de tempo em casa sem os acessórios. Segundo ela, o tato é uma das maneiras do pequeno descobrir o mundo, reconhecendo objetos e pessoas. E que as luvas privam a criança desta experiência.

Além disso, desde o útero, o bebê já usava as mãos para se acalmar. Quando nasce e percebe o mundo novo, ele quer utilizar esses membros mais do que nunca. Com as luvas, fica impossível acessar as mãos – o que pode causar frustração na criança.

View this post on Instagram

Se tem uma coisa que angustia pais e mães mas, principalmente, avós nos primeiros meses de vida, são os tais pés e mãos gelados do bebê. . Para compensar as extremidades geladinhas e a idéia de que isso sinaliza que o bebê está passando frio, camadas e mais camadas de roupinhas acrescidas de luvinhas e cobertores são colocadas e o mesmo fica quase como um croquetinho no forno. . Mas será que extremidades frias realmente significam que o seu bebê está passando frio? Na verdade não! As extremidades tendem a ser mais frias mesmo e não são motivo para que você encapote seu bebê demais. . A orientação é sempre uma roupa a mais do que a que você estiver usando. . O aquecimento excessivo pode causar, além de irritabilidade, aumento do risco de morte súbita. . Alem disso, lembre-se que cobertores não são indicados na hora de colocar o bebê no berço e, o ideal, é vesti-lo com mais roupinha se a noite esfriar. . Quais sinais então eu devo encarar como frio? 👉🏻cabeça fria 👉🏻tronco frio 👉🏻lábios arroxeados . O bom e velho soluço nós já conversamos e sabemos agora que não é frio, mas sim imaturidade neurológica do seu bebê. . Opinião minha!!👀👆🏻👉🏻 deixe o máximo de tempo seu bebê em casa sem luvinhas. O tato é uma das maneiras de seu filhote reconhecer o mundo, se reconhecer e te reconhecer....não o prive desta experiência. . Um beijo!!! Dra Paula Arruda. #mae #mamae #sermae #vidademae #amordamamae #maternidade #maternidadereal #maternidade #newborn #maedeprimeiraviagem #pai #papai #babyboy #babygirl

A post shared by Pediatra Na Web (@pediatranaweb) on

Cuidados com o recém-nascido