mulher

Uma mulher precisa de um ano para se recuperar do parto; é o que diz a ciência

FamVeld / Shutterstock

Para muitas mulheres, a gravidez é um dos momentos mais especiais de sua vida. Apesar dos desejos, mudanças de humor e mudanças que seu corpo sofre, cada momento é único.

Após nove meses de espera, o grande dia chegou. O corpo começa a dar sinais de que você está prestes a dar à luz e a emoção invade a casa. Em pouco tempo você pode encontrar seu bebê e tê-lo em seus braços.

Embora esse momento seja único e maravilhoso, um parto requer um grande esforço físico e muita dor. Mais tarde, seu corpo experimentará outras dificuldades que provavelmente ninguém lhe contou, como sangramento, secura vaginal, tremores, etc.

shutterstock 522179623
Lopolo/Shutterstock

A maioria das pessoas acredita que é suficiente passar pela quarentena (40 dias) para o corpo da mulher se recuperar, após o parto. No entanto, a realidade é diferente. Para começar, depois do puerpério é preciso lidar com o "sangramento pós -parto".

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Salford, na Inglaterra, uma mãe precisa de muito mais tempo para se recuperar. Isso porque deve superar as mudanças físicas, mentais e emocionais desencadeadas pela gravidez e pelo momento do parto.

SpeedKingz / Shutterstock

Segundo os pesquisadores, as mulheres levam de 9 a 12 meses para recuperar o nível físico e mental que tinham antes de dar à luz. Além disso, é necessário que tenham um ambiente tranquilo e muita paciência para lidar com este estágio.

Se isso não acontecer, as recém-mães podem sofrer consequências negativas em sua saúde, como dores musculares, falta de nutrientes, fadiga crônica, entre outros. No aspecto emocional, podem desenvolver depressão, problemas de ansiedade, etc.

Entre outras coisas, são necessárias várias semanas para que os órgãos se reorganizem - quer tenha sido um parto normal ou uma cesárea - e os tecidos se curem. É preciso levar em conta que durante o parto a mulher perde uma certa quantidade de sangue, o que enfraquece seu organismo.

madre y mujer consejos5
HTeam/Shutterstock

Por outro lado, embora a amamentação seja muito necessária e importante, também supõe um desgaste no corpo. A isto devemos acrescentar que nos primeiros meses de vida o bebê não dormirá a noite toda e exigirá o cuidado da mãe durante as primeiras horas da manhã, o que se traduz em falta de descanso para ela.

Especialistas sugerem que o apoio na recuperação comece no hospital. Eles recomendam que os médicos e enfermeiros dediquem algum tempo para instruir as mães em tudo relacionado à amamentação e cuidados com o bebê (especialmente nos primeiros três meses). Assim, elas terão menos estresse e ansiedade.

Primeiros cuidados com o bebê

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Vanessa Mena.