mulher

Sintoma irritante que Mayra Cardi teve na gravidez é muito comum: por que acontece?

View this post on Instagram

Bom dia, carinha inchada da gravidez e do acordar agora, Com 4 meses e a barriguinha está começando a aparecer, me perguntam onde está minha barriga com 4 meses, fiz até um video da barriga que está no meu Story para vcs, a barriguinha é somente a do bebe que Ainda é muito pequeno como TODOS os bebes de 4 meses, agradeço a minha alimentação saudavel @secavocerenove por essa barriguinha e por estarmos fabricando gente saudável, o bebe é o que vc come, mamães nada pode ser mais importante que a VIDA do seu bebe, os desejos de comer "porcarias" devem ser menores do que o desejo de "fabricar" um filho saudável e inteligente, quem vai "construir" o corpinho o cérebro do seu bebe é oque você come, pense nessa responsabilidade, pense no seu filho, nada pode ser mais importante do que a vida que você está gerando

A post shared by Mayra Cardi (@mayracardi) on

Inchaço nos pés, enjoos e, claro, mudanças nas curvas do corpo são bastante comuns durante a gravidez, mas um outro sintoma nem sempre mencionado e que pode ser irritante também costuma ser experimentado e, inclusive, foi relatado por Mayra Cardi, em um depoimento em seu canal no YouTube: a mudança cognitiva.

Mayra, que está grávida de uma menina, contou que no início da gestação começou a sentir dificuldade em acompanhar seus estudos. Preocupada, conversou com sua médica, que explicou que o fenômeno é natural e que acontece com todas as mulheres.

Mudança no cérebro da mulher durante a gravidez

gravida deitada cama 0518 1400x800
Artem Oleshko/Shutterstock

Essa alteração de foco e pensamento durante a gestação tem explicação científica e até uma razão bastante fofa. De acordo com um estudo feito pela Universidade Autônoma de Barcelona em parceria com a Universidade de Leiden, na Holanda, o cérebro da mulher realmente passa por adaptações na gestação.

A pesquisa mostrou que as grávidas apresentam redução de algumas regiões da massa cinzenta do cérebro, parte responsável pelo processamento das informações e raciocínio, especialmente aquelas ligadas às interações sociais. O motivo: fazer com que a mulher se adapte e consiga lidar com o bebezinho e as exigências da maternidade.

O fenômeno, no entanto, não precisa ser fonte de preocupação: análises mostram que as alterações são passageiras e, no geral, o cérebro volta ao seu tamanho anterior em até dois anos após o nascimento do bebê, idade em que ele já é bem mais independente de sua mãe. Confira abaixo o relato completo de Mayra Cardi sobre sua gravidez:

Maternidade e bebê