mulher

Pediatra lista 8 alimentos vilões para criança que tem dermatite atópica

tratamento dermatite pele bebe 012017 1400 800
Chubykin Arkady/Shutterstock

A dermatite atópica é um distúrbio bastante recorrente entre crianças, sendo marcada por um quadro de coceira que, nos bebês e nas crianças, afeta mais o rosto, o pescoço e, às vezes, os braços. A doença costuma aparecer cedo, aos 3 meses de idade, e em 60% dos casos desaparece até os 12 anos.

Dermatite e alimentação

Nem todo caso de dermatite atópica está relacionada a alimentação, muitas vezes é um fator genético ou está relacionado a sensibilidade extrema da pele. Ainda assim, como a doença costuma despontar no período em que ocorre o desmame e a introdução do leite de vaca, a alimentação inevitavelmente está entre os fatores que influenciam, favorecem e até intensificam a doença.

Pensando na relação da doença com a alimentação, a pediatra Kelly Oliveira, na página Pediatria Descomplicada, fez uma lista com alimentos causadores e intensificadores da alergia alimentar.

mae incentivando crianca a comer 1017 1400x800
Natalia Deriabina/Shutterstock

Alimentos que intensificam a dermatite atópica

  • leite
  • ovo
  • trigo
  • soja
  • peixe
  • castanhas
  • amendoim
  • frutos do mar
castanhas do para 1117 1400x800
Sharaf Maksumov/shutterstock

Equilíbrio alimentar

Diante dessa lista, é intuitivo pensar que a redução no consumo desses alimentos pode ser uma forma de evitar ou amenizar um quadro de dermatite, certo? Não necessariamente.

De acordo com a pediatra, um estudo observou que nem sempre é indicado excluir completamente os alimentos do cardápio. Dietas muito restritivas podem levar o bebê à perda de tolerância desses alimentos, o que aumentar o risco de reações graves. Para Kelly, o grande segredo está no equilíbrio, no diagnóstico preciso e no acompanhamento médico correto.

Alergia nas crianças