mulher

Amamentar por ao menos seis meses faz risco de diabetes na mãe cair pela metade

aleitamento materno amamentacao 1017 1400x800
FatCamera/istock

A amamentação não traz benefícios apenas aos bebês e crianças, mas também às mamães. Segundo estudos da operadora de saúde Kaiser Permanente, realizados com mais de 5 mil mulheres americanas por 30 anos e divulgados no Daily Mail, as mulheres que amamentam durante seis meses ou mais reduziram pela metade o risco de diabetes.

O levantamento mostra que a amamentação altera os níveis de hormônio da mulher, causando uma espécie de proteção contra os riscos de diabetes, câncer de mama e de ovário e doenças cardíacas. Além disso, o leite materno é extremamente importante para o desenvolvimento do cérebro do bebê, diminuindo a incidência de taxas de obesidade e asma.

bebe mamando colo 10
Oksana Kuzmina / Shutterstock

A pesquisa realizada por todos esses anos veio para confirmar que o leite é muito rico em nutrientes, satisfazendo a necessidade da criança até os seis meses. Justamente por conta disso é que os pediatras recomendam que os bebês se alimentem apenas do leite materno neste período, complementando a alimentação com papinhas e frutas a partir do sexto mês.

As mulheres que puderam amamentar nesse tempo tiveram uma redução de 47% no risco de desenvolver diabetes tipo 2 na comparação com as mamães que não amamentaram. A explicação, segundo os estudos, é de que os hormônios associados à lactação nas células pancreáticas controlam os níveis de insulina no sangue e, desse modo, afetam o açúcar no sangue.

amamentando ar livre amamentacao 1017 1400x800
Viktorcvetkovic/istock

Amamentação: