mulher

4 produtos de bebê são proibidos fora do país, mas muita gente ainda usa no Brasil

quarto bebe berco 1016 1400x800
FamVeld/istock

Nem sempre os produtos que usamos com nossos bebês são tão seguros quanto pensamos. Muitos, inclusive, já estão proibidos lá fora, em países como Estados Unidos, Canadá e algumas nações da Europa, mas continuam sendo vendidos livremente no Brasil.

Produtos de bebê perigosos

Berços com laterais móveis

As laterais móveis acabam deixando os berços mais perigosos. Com o tempo, o berço acaba se desgastando e podem se mover sem precisar de muita força, aumentando o risco dos pequeninos se machucarem.

Protetores de berço

Os protetores que deixam o berço ainda mais fofo podem se tornar uma grande arma. De acordo com dados da Academia Americana de Pediatria, os objetos podem causar asfixia dos bebês.

berco bebe grade 1116 1400x800
mallmo/istock

Colar de âmbar

Você já deve ter visto um bebê usando um colar de âmbar. Mas você sabe por que ele é usado? O produto, que é ilegal no Brasil segundo a Anvisa, é direcionado para aliviar a dor do nascimento dos dentinhos, mas aumenta o risco do pequeno engasgar e sufocar, segundo a Academia Americana de Pediatria. Além disso, se o colar estoura, o bebê pode colocar as bolinhas na boca. Se mesmo assim você optar por usar, coloque no bebê só quando a supervisão for total.

Andador

Aquilo que parece tão inofensivo muitas vezes é bastante complicado. Para a Sociedade Brasileira de Pediatria, o produto aumenta o risco de acidentes, além de fazer com que as crianças demorem mais para andar.

Leia mais sobre cuidados com bebês: